10.11.08

Xuxa x Folha Universal: a saga continua...

Tenho o mais profundo respeito pelos seguidores de qualquer religião. Admiro verdadeiramente quem consegue ter na fé inabalável um dos valores principais da vida. E um estímulo para ser, a cada dia, um alguém melhor.
Também tenho convicções relacionadas a algumas manifestações religiosas. Concordâncias e discordâncias. Mas guardo-as pra mim. Fé é algo muito particular, não precisa - e, pra mim, nem deve - estar estampada na nossa cara; assim como não acho que ela deva servir de pretexto para que possamos emitir opiniões e/ou fazer julgamentos sobre as escolhas religiosas de cada um.
Foi isso que eu quis dizer aqui ao parabenizar a apresentadora Xuxa Meneghel por processar o jornal Folha Universal, da Igreja Universal do Reino de Deus. O jornal publicou que Xuxa teria feito um pacto com o diabo.
Respeito os fiéis da Igreja Universal, mas acho que a igreja, presente em mais de 100 países, não precisa atacar celebridades em seu jornal para se mostrar forte e poderosa. E nem para se mostrar mais conectada aos desígnios de Deus.
Pois bem. O post trouxe ao blog mais que o triplo dos visitantes que o B@belturbo está habituado a receber todos os dias. Gente das mais diversas regiões do Brasil. E, em grande parte, fiéis da IURD. Alguns, estranhamente, optaram pela postagem anônima. Acho uma pena, porque deveriam se orgulhar de assumir publicamente as próprias opiniões.
E teve de tudo: gente dizendo que sabe quem fez o tal pacto de Xuxa com o "inimigo"; gente reclamando pelo fato de a Igreja Universal "encomodar" tanto; gente colocando Família Marinho no meio da história; gente dizendo até que já fez a lendária experiência de colocar um vinil da Xuxa rodando pra trás pra ouvir os cânticos de adoração a Satanás; gente criticando os "ipócritas (sic) que jogam pedra na IURD só porque ela falou o que todo mundo queria falar"; e por aí vai...
Primeiro, quero dizer que não me considero um hipócrita. Nem um ipócrita - seja lá o que isso quer dizer...
O nível apaixonado dos argumentos me impressionou.
Muita falação e pouca reflexão...
A mim, repito, não interessa saber quem faz que tipo de trato com o Diabo. Mas acho que quem divulga uma informação como essa TEM A OBRIGAÇÃO DE TER PROVAS! Ou ouvir os dois lados da história, como manda o bom jornalismo.
Mas seria difícil ouvir o tinhoso, né?
Então, que tal mostrar provas? Dizer que viu/ouviu/sabe não significa nada! Fica tudo no terreno do diz-que-diz! Até aqui, não vi nenhum contrato registrado em cartório com a assinatura do demônio! Não vi nenhum comprovante de transferência bancária saindo da conta da Xuxa para a agência bancária do inferno! Não vi a loirinha global sorrindo em fotos ao lado do Satã na hora da assinatura do termo de adesão!
Então, meus caros, pra mim essa história é balela! Das grandes! E merece, sim, um belíssimo processo!
Por fim, digo apenas que se as pessoas gastassem o mesmo tempo que gastam falando mal dos outros em ações humanitárias, de solidariedade; ou, quem sabe, pensando na política; todos nós, fiéis da IURD, ateus, católicos, judeus, espíritas, umbandistas, satanistas, evangélicos, budistas e seja lá mais o que for; todos nós viveríamos num mundo bem melhor!

NOTA DA REDAÇÃO:
Ah, e se alguém tiver provas do tal pacto, pode enviá-las pra HotLine aqui do blog. Valem, inclusive, flagrantes da boneca Xuxa estrangulando criancinhas nas noites de lua cheia (lembram dessa? Outra lenda clááááááááááássica...)!
Postar um comentário