25.5.08

Os mistérios de Débora

É, parece mesmo título de novela mexicana...mas vou explicar:
Acho que já contei aqui a história de um post sobre estrelas internacionais que vivem se metendo em confusões e que, sabe-se lá o porquê, acabou rendendo o maior número de comentários aqui do B@belturbo. Seria ótimo, eu ficaria feliz da vida, não fosse o fato de os comentários serem relacionados a uma brasileira, de São Paulo, que eu, humildemente, não faço idéia de quem seja!
Hoje mesmo, mais um comentário apareceu lá. Outro sobre a vida da tal moça. Disse o comentarista da vez que ela estaria namorando o Flávio Mendonça, um daqueles gêmeos que um dia fizeram sucesso na tela da Band...
Diante de tanta repercussão, pensei em lançar aqui uma campanha. Quero entender quem é Débora Limonge M. Ramires, a moça citada nos comentários do post original. Dizem que ela é socialite, amiga de gente imporante, dona de um empreendimento milionário. Também dizem que tem duas lojas, que é dentista e que mora em Alphaville. Mas há controvérias, pois há uma segunda versão segundo a qual a misteriosa protagonista dessa história que se desenrola nos comentários do meu blog moraria em Sorocaba.
Um dia, disseram que ela tava namorando o Dado Dolabella. Mas achei que esse comentário tem um quê de sacanagem...
Há mais informações: a nossa musa misteriosa teria uma Ferrari vermelha.E, por fim, o mais recente comentário, de alguém que diz ter visto a moça namorando o tal gêmeo num local chamado Pacha. Ah, o comentarista, que assinou como edusurf26, diz ainda que tirou fotos do namoro do casal. Coisa de fofoqueiro profissional!
Enfim, Débora, se você aparecer por aqui, saiba que tem muita gente de olho na sua vida, viu? Pensei até em tentar te localizar pra tentar fazer uma entrevista, já que passei a acompanhar a sua vida quase como uma novela...
E vocês, espiões, deixem a moça em paz! Ou, ao menos, contem direito a história. Porque falar de uma pessoa assim, num post dedicado a Britney, Lindsey e Paris é meio louco. Aliás, tão louco quanto as próprias...
Postar um comentário