30.11.08

Da série: "a luz no fim do túnel é um trem vindo pra cá..." 22


Gente...quanto mais eu rezo...
Vejam isso, por favor! Mas prestem atenção a todos os detalhes! Da letra à coreografia - ambas, inspiradíssimas!!!
Aperte o play e tire o pé do chão ao som do hit Pó para com o pó...

PS.: Peguei o vídeo lá no Kibeloco.

PS².: Pra não insistirem naquela idéia de que eu só falo mal da Igreja Universal.

PS³.: Depois dessa, a Dalila de Ivete Sangalo não vai arrumar nada nas paradas de sucesso...

PS4.: O que é esse padre, meu Deus???!!!

PS5.: Te cuida, Carlinhos Brown...

PS6.: Confesso que adorei o momento em que a cantora solta um pó-pó-pó-para cum pó...

PS7.: Overdose de Jesus? Deixa a Amy Winehouse ficar sabendo dessa!!!

Marcha soldado...


Bacana a iniciativa de transmitir o Mais Você direto de Blumenau, na última sexta. Diante do caos que se instalou sobre o estado de Santa Catarina, são louváveis todas as iniciativas da mídia para angariar fundos e recursos para a reconstrução das cidades mais afestadas pelos recentes temporais.
Aliás, em breve voltarei a falar de algumas dessas iniciativas aqui no blog...
Mas o que me motivou a escrever esse primeiro post sobre essa tragédia foi mesmo o Mais Você. Primeiro, o animadíssimo bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaa de Ana Maria Braga, que parecia ignorar toda a dor que toma conta do lugar. E depois, minha gente...alguém pode me explicar o que diabos significa esse figurino? Ela tá achando que tá num filme de guerra? Algo como Chuck Norris and Ana Maria Braga em Comando Delta?
Ou ainda: Steven Seagal, Louro José and Ana Maria Braga em E o rio levou???
Na boa, nada a ver esse modelito a la força-tarefa...bola fora das mais graúdas que vi recentemente...

PS.: Sim, gosto da Ana Maria. Mas não dá pra não gongar um troço desses!

PS².: Aliás, o post serve para todos notarem que eu não critico apenas a Sônia Abrão...

PS³.: Se quiser conferir o vídeo, clique na imagem que ilustra o post.

29.11.08

Os óculos do poeta...

De novo?
Só pra avisar: parei com a estátua de Drummond!

Jura dizer a verdade, nada mais que a verdade???

O que dizer pra alguém que vai passar o sábado trabalhando, depois de uma noite de sono que começou às 8h da matina e se alongou por...uma hora e meia???
Pois é, me digam aí nos comentários...
E bom sábado a todos que, de fato, terão um...

28.11.08

IURD perde primeira round em luta contra Xuxa

Print da capa da edição 855 da Folha Universal: matéria injuriosa pode render uma indenização de R$ 3 milhões à apresentadora global...

Voltemos à notícia que rendeu a maior polêmica do blog nesse mês - aliás, num post que segue recebendo comentários de defensores e críticos da Igreja Universal do Reino de Deus.
Lembro que não estou aqui pra criticar a igreja e/ou a religião de ninguém. Mas, sim, a prática de um jornalismo sensacionalista e, mais que isso, irresponsável...
Essa semana, a justiça proibiu que o jornal Folha Universal estampe fotos da apresentadora Xuxa em suas páginas. Caso desobedeça a determinação, a publicação pode pagar multa de até R$ 500 por dia. Na ação, Xuxa alegou que não autorizou a publicação de suas imagens na (polêmica) edição 855, que circulou de 24 a 30 de agosto. A reportagem de capa da edição afirmava que Xuxa vendeu a alma ao diabo por US$ 100 milhões.
A juíza entendeu que "a imagem da autora foi usada e associada à figura do demônio. Tal vinculação é ofensiva, apelativa e desonrosa a qualquer pessoa". E também que fere o direito à imagem, previsto no artigo 5º, inciso X da Constituição Federal e no artigo 20 do Código Civil, "vinculando-se estreitamente com a dignidade da pessoa humana".
A matéria completa está no site da revista Consultor Jurídico.
Vale lembrar que Xuxa pode ganhar, ainda, uma indenização de R$ 3 milhões, por conta da bola fora da publicação da Igreja Universal do Reino de Deus.
Na boa, nunca torci tanto pra que alguém com tanto dinheiro ganhasse uma bolada como tenho torcido pra que Xuxa fature essa indenização. Talvez, assim, esse jornal passe a seguir aquela velha máxima do "aqui se faz, aqui se paga..."

Msn...

Frase de um amigo, tradução perfeita do espírito zombeteiro que tomou conta do rapaz nessa manhã de sexta-feira...
"Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade pra ser só osso!!!"
Diria que essa frase tem uma profundidade danada...ao menos uns sete palmos, pelo menos!

Mais gente no mural!!!

Post rápido pra dar as boas-vindas a Luciana Chagas e Carlos Henrique, que se somaram hoje à turma do Mural de Leitores do blog.
Confesso que quando abri esse espaço fiquei com aquele receio de não pintar ninguém! Mas esses 18 leitores tão especiais - e que, de fato, participam do blog - me enchem de orgulho!
Abs a todos!
E vamo que vamo!!!

Da série: "a pergunta que não quer calar..." 31

Se a proposta de limitar a venda de meia-entrada a 40% do total dos ingressos disponíveis for aprovada em definitivo, a quem caberá o papel de auditar o cumprimento da reserva estabelecida pelo projeto?
Sim, porque não é muito difícil imaginar que muita gente espertinha pode se aproveitar disso para alegar - indevidamente - que os ingressos de meia-entrada estão esgotados. Ou estou ficando neurótico?
Sei lá. Acho essa proposta muito polêmica. E posso parecer cético, mas duvido bastante que isso acabe gerando reduções nos preços dos ingressos de shows, peças de teatro e cinema.
E você, o que acha?

Primeira fase da promoção na reta final...

Faltam dois dias para o fim da primeira fase da promoção Natal Alegre no B@belturbo. E se você ainda não participou, ainda tem até domingo para mandar a sua frase. Leia o regulamento no topo da coluna da direita aqui do blog, busque inspiração e mande a sua frase pra HotLine. Depois é só aguardar até segunda-feira e conferir se você é um dos três finalistas que seguirão na disputa...
Não vou dar muitos detalhes, mas adianto: o páreo está duríssimo!!!
Participe você também e me ajude a dar uma força pro seu Papai Noel neste Natal...
;)

Um (merecido) prêmio para a ruiva...

Fiquei muito contente ao saber que o Querido Leitor, de Rosana Hermann, foi o vencedor da categoria Melhor blog em Língua Portuguesa do The Bobs, concurso que premia os melhores blogs do mundo. Rosana é a blogueira mais dedicada e inspirada que conheço! E merece o prêmio!
Eu sou um dos queridos leitores há pelo menos cinco anos. Passo por lá diariamente e, nesse tempo, já troquei algumas figurinhas com a blogueira mais lida do Brasil. Rosana, por exemplo, já me indicou e ajudou a localizar os contatos de um entrevistado; já publicou o link do B@belturbo por lá e, além disso, já me deu uma entrevista, via internet, para o Salto.
Pra quem duvida que a rede pode aproximar as pessoas, não faltam provas do contrário, né?

Cauã Reymond rouba a cena em 'A Favorita'...

Seguro, ator segurou a onda de ver seu personagem crescer e aparecer na novela das oito...

A televisão é um veículo que parece namorar a beleza. Essa paixão pelo belo explica, em parte, que muitos modelos e rostos bonitos acabem ganhando espaço na telinha. Foi assim com Vera Fischer, e, mais recentemente, com Camila Pitanga e, mais recentemente ainda, com Grazi Massafera. Todas demonstraram talento e o tempo tem se encarregado de confirmar que estão longe de ser apenas donas de rostos bonitos e corpos esculturais.
Mas há o rótulo; o peso que vem no pacote da beleza. E é difícil se desvencilhar dele. Ricardo Macchi, que surgiu - como protagonista de novela das oito - até hoje é lembrado pelo fiasco de seu primeiro papel.
Cauã Reymond surgiu como mais um desses caras. Ex-modelo, apareceu na Malhação, conquistou as adolescentes e, aos poucos, foi demonstrando interesse em construir uma carreira sólida. No ar em A Favorita, o jovem galã global dá mostras de fazer jus ao título de ator. Ontem, numa de suas muitas cenas dramáticas, Cauã engoliu a veterana Elizângela - perdida em caras e bocas - e mostrou que a forte carga emotiva da sequência não o assustou. Mais que isso: convenceu - e muito - no papel do jovem que se descobre traído e enganado pela mulher que teve como mãe a vida toda.
Não é por acaso que o personagem de Cauã Reymond se transformou, de mansinho, num dos principais da novela das oito. E o ator dá mostras de que soube agarrar a chance com unhas, dentes e...lágrimas!

PS.: Apesar dos elogios, Lu Ribeiro, ainda estou convencido a não dar nenhum lance pelo tal chiclete mastigado por Cauã Reymond, ok? Mesmo considerando a possibilidade de que a tal goma usada tenha algum resquício do (delicioso) sabor de Grazi Massafera...

PS².: O trabalho tem me impedido de acompanhar a novela das oito. A tal cena, vi por acaso, e porque era a última do capítulo. Mas sempre que vejo algo de A Favorita, gosto muito. É impressão minha ou a novela está boa pra caramba, hein?

Dalila segundo Ivete Sangalo...

Eu tento, minha gente...mas não consigo ficar muito tempo sem falar da minha musa baiana...
Portanto, se você não gosta de música baiana, pule pro próximo post, ok?
Mas se você, como eu, gosta das baianas - eu me refiro à cantora e à música - prepare-se: depois de muito tempo lançando baladinhas e músicas de levada pop, o próximo lançamento de Ivete é 100% madeirada!
Dalila, single do novo trabalho de Sangalo, foi composta por Carlinhos Brow e Alain Tavares e tem uma levada alucinante, com arranjos que remetem à sonoridade do universo árabe. Acabei de ouvir e garanto: é uma festa! Dalila vem da mesma família de Maimbê Dandá e Dandalunda, sucessos - de Brown - lançados por Daniela Mercury e Margareth Menezes, respectivamente. Além do ritmo contagiante, há mais uma semelhança entre as três canções: as letras que, praticamente, estão apenas a serviço da batida frenética - no caso da canção de Ivete, muitíssimo bem executada pela poderosa Banda do Bem.
Em suma: Dalila marca a volta de Ivete ao axé de raiz, à música pra pular brasileira! E já nasce como fortíssima candidata à música do carnaval 2009...
Me deu uma vontade louca de ir buscar Dalila, em fevereiro, lá em Salvador...

27.11.08

O amor de Mônica e Cebolinha: puro marketing???

Pelo visto, o amor dominou o dia por aqui mesmo...
Em junho, assim que soube da novidade, publiquei aqui um post sobre o lançamento da revista que trazia os tradicionais personagens da Turma da Mônica em fase adolescente. Fui leitor das revistas da turma, e relatei aqui o espanto que a novidade me causou.
Desde então, me surpreendi. Até aqui, aquele é o segundo post mais lido do ano; a segunda maior fonte de entrada de novos visitantes aqui no blog; perdendo apenas para um texto do ano passado, que cita celebridades internacionais como Britney Spears, Lindsay Lohan e Paris Hilton. E a diferença nos acessos entre os dois é pequena...
Ou seja: a Turma da Mônica, tão popular na minha infância, ainda é um grande fenômeno!
Hoje, li mais uma notícia sobre as aventuras da Turma em versão teen: Mônica e Cebolinha vão se pegar! Isso mesmo: o próximo número traz um beijo da dupla.
Não sou careta, mas achei demais! É, sim, um belo factóide pra despertar o interesse do público. Na matéria que li, Maurício de Souza diz que a tiragem da revista é de 300 mil exemplares, o que faz da versão adolescente da Turma da Mônica o maior sucesso da história das HQs no país.
É claro que rolou aí a descoberta de um nicho de mercado. Mas ainda tenho minhas dúvidas se essa versão - cheia de hormônios - da Turma vai marcar a juventude como a versão original marcou a minha infância. E a de tantos outros leitores...
E você, o que acha? Prefere a fase infantil de Mônica & cia ou não tem nada contra a versão aborrescente da Turma?
Comentaê!!!

Neura...

Tenho uma certa obsessão pelos números...e por marcas que eles representam.
Portanto, senti uma coceira incontrolável e tenho que dizer que esse é o 102° post desse mês, o que faz de novembro de 2008 o mês em que o blog recebeu mais textos desde que comecei a brincar com isso aqui.
Uma brincadeira divertida e séria. E da qual cada vez gosto mais...
E vamo que vamo!!!
;)

Promotor absolvido. E o culpado, quem é?

Absolvido por unanimidade o promotor que era acusado de homicídio.
A defesa alegou legítima defesa...
Decisão unânime: 23 votos a 0.
A vida da vítima ninguém devolve, claro. E tenho muita pena dessa mãe, que passou pela dor de perder um filho de 20 anos e, agora, vê escapar qualquer sinal de que a justiça possa ser feita.
Agora...alguém pode me explicar uma coisa: quem, afinal, é o culpado pela morte do rapaz? Ele próprio?
Não entendo esse conceito de justiça...

Sobre a agressão ao ator Marcelo Novaes...

O corte profundo obrigou o ator a fazer uma cirurgia plástica, para reparar os danos causados pelo ferimento...


Além de toda a brutalidade do ato, o cara que fez esse estrago no rosto do ator Marcelo Novaes causou prejuízos e transtornos para o ator e para toda a equipe da novela das sete.
Pergunto: cadê a cobertura sobre o criminoso que fez isso? Alguém já viu o rosto dele por aí?
Eu não vi!
Será que dessa vez não rende novela como no caso do Dado e da Luana? Ou será que o povo que cobre celebridades não consegue mais falar sério, sem fazer da vida real um dramalhão?
Na boa, esse cara tem que ser punido! Exemplarmente punido! Não dá pra sair dessa numa boa! A impunidade em casos como esse - que, infelizmente, são muitos - signfica um aval de toda a sociedade para que esses babacas continuem causando confusões nas baladas, estragando e perturbando o lazer de tanta gente de bem que sai numa boa, só pra se divertir e curtir a vida.
Punir é mandar um recado; é dizer: condenamos esse tipo de atitude imbecil! E achamos que quem comete algo dessa natureza tem que pagar pela irresponsabilidade de seus atos.
Fingir que tá tudo bem e que essa violência toda é coisa normal, corriqueira, só vai nos jogar mais pro fundo do poço!
E não falo isso porque o caso envolve celebridade não! Falo isso porque tão violento quanto o soco que rasgou a cara do galã da Globo é o medo que esses jovens-super-poderosos espalham na noite das grandes cidades; fazendo com que todo mundo saia de casa receoso de que uma covardia dessa possa fazer uma noite de diversão ir por água abaixo...

O amor está em extinção?

Acabo de escrever um post altamente romântico. Uma declaração de amor mesmo. Ficcional, leitoras: continuo solteiro, ok? ;)
Mas a escolha do tema foi intencional! Ontem, no Salto, discutimos o conceito de amor romântico. Para os especialistas, esse tipo de amor está em decadência. Esse modo de amar, idealizado, sempre associado às idéias de entrega, de intensidade, e de eternidade não encontraria mais respaldo no estilo de vida pós-moderno. Esse amor, que tanto inspirou e inspira poetas e compositores; esse amor muito próximo dos contos de fadas, pode traduzir um jeito egoísta de lidar com o sentimento e com o(a) parceiro(a). O objeto desse amor pode ser encarado, por vezes de forma inconsciente, como um elemento capaz de garantir a satisfação de quem ama. Um amor romântico. E egoísta.
Sobre a decadência do amor romântico, a psicanalista Beth Müler, entrevistada em uma das reportagens do programa, disse que não tem sido facilitada aos jovens a oportunidade de viver a experiência do amor. Mergulhados num universo do culto ao descartável - herança macabra do sistema capitalista, que deixa rastros até nas nossas relações - os jovens são seduzidos pelo "ficar", pela gama de possíveis parceiros(as) e, portanto, acabam distantes da possibilidade de uma relação mais sólida. Ainda de acordo com a psicanalista, os jovens correm o risco de passar a vida inteira sem viver essa experiência.
Coisa triste viver sem amar, minha gente!
Mas acho que, hoje, tudo parece mais simples quando não se precisa crer numa relação. Estamos cada vez menos tolerantes, menos dispostos a ceder e a buscar o entendimento. A oferta de parceiros(as) é enorme, os meios para chegar até eles/elas também são os mais variados. E a tal lógica do descarte tende a nos fazer dar aquele pé na bunda de quem, ainda que minimamente, se revele fora do padrão idealizado.
Agora, pergunto: tudo isso tem nos levado ao estabelecimento de relações mais felizes?
Tenho minhas dúvidas! O que mais vejo é gente querendo viver um grande amor e, estranhamente, batendo cabeça...
E vocês? Acham que estamos diante de novas formas de amar? Esse amor idealizado está mesmo com os dias contados? Comentem !!!

Íntimo e pessoal...

Só mais um pouco, vai...diz que não precisa ir agora, que não vai roubar minha alegria com mais essa partida repentina. Diz que vai ficar comigo, pra mim, pra sermos, novamente e sempre que der vontade, o mais apaixonado dos casais.
Diz que quer mais também. Diz que sente falta, que precisa, que necessita de mais um pouco desse nosso amor. Esse amor maluco, canalha, safado que a gente faz tão gostoso. Amor sacana e malandro que a gente sabe incrementar com tantas doses de carinho e suavidade. Amor selvagem, que começa na cama, termina no chão e sempre, sempre, nos parece levar ao céu.
Esse nosso amor cretino e doce; terno e ardente de um jeito tão próprio que chega a fazer de suas dores as minhas; bem como das minhas vitórias as tuas. Esse nosso amor que me fez reconhecer nos teus olhos o destino perfeito do meu olhar; que me fez ver a tua boca como a melhor extensão da minha; e que me fez sentir, desde o primeiro toque, que é teu corpo que quero ter por minha morada...

Aqui o português é bem dizido...e escrivinhado - V

...só não é revizado...
É...acho que a mente de alguém andou deslizando mesmo, né? Pra bem longe, aliás...

PS.: A imagem foi enviada pra HotLine pela amiga-leitora Luciana Ribeiro, a maior caçadora de deslizes contra a nossa amada Língua Portuguesa. Bjão, Lu! E valeu por mais essa! ;)

26.11.08

Um conto de Natal...

Era uma vez uma moça muito esperta. E, também, muito engraçada: tinha sempre um jeito de expressar, com o rosto, o que estava sentindo ou pensando. Ora ficava vermelha; ora fazia caretas. A transparência emocional era tanta que bastava olhar pra ela para saber o que estava passando por aquela cabecinha maluca...
Baixinha e espevitada, a moça tinha sempre uma saída para qualquer situação. E foi uma dessas saídas mirabolantes que ela começou a buscar quando uma conhecida, toda tristonha, disse que não aguentava mais procurar emprego e não encontrar nada. Saía de casa com o currículo na bolsa, passava em várias empresas e...nada!
Solidária, a moça dos engenhos pediu pra dar uma olhada no currículo da amiga. E desvendou o enigma: ela não tinha nenhuma experiência profissional!!!
Empenhada em ajudá-la a arrumar um trabalho temporário no período do Natal, a espertalhona não teve dúvida: preparou um novo currículo para a amiga, cheio de referências; como se a moça tivesse muita experiência como...vendedora de lojas.
Devolveu o currículo, digamos, geneticamente modificado e a amiga-desempregada se preocupou com a falsa lista que relatava toda a sua vasta - e falsa - experiência profissional...
- Mas eu nunca vendi nada!!! - argumentou.
- E alguém precisa de experiência pra ser vendedor temporário de loja no Natal? Tá cheio de gente querendo comprar! É só vender!!!
- Mas você colocou aqui esse número de telefone celular como se fosse de uma das lojas onde eu trabalhei! E se ligarem perguntando se eu trabalhei lá? Vão descobrir que é tudo mentira, sua maluca!!! - apavorou-se a inexperiente.
- Tonta, esse é o meu celular! Se ligarem, atendo e digo que você é uma ótima vendedora! Simples assim!
- Mas você diz que eu ficava no caixa! Eu não sei usar esses sistemas complicados de hoje em dia! Isso vai ser uma tragédia!
A moça dos engenhos perdeu a paciência! Com uma de suas habituais caretas, respondeu:
- Ué! É só dizer que lá na loja você fazia as contas com calculadora! Usa a calculadora e zé-fini! E chega de drama!
Cheia de medo, a amiga-desempregada saiu com o novo currículo pela primeira vez. E ao fim do primeiro dia à procura de trabalho, telefonou para a reponsável pela sua recém-conquistada-vasta-carreira-profissional.
- Consegui! Arrumei um emprego!
Satisfeita por ter ajudado sua amiga, a moça dos engenhos sorriu. E passou a se orgulhar de ter contado aquelas inocentes mentiras no currículo da amiga...




PS.: Essa é uma história inspirada em fatos beeeem reais. Como não sou politicamente correto, achei que essa solidariedade tem tudo a ver com o tal espírito de Natal. E quem nunca tiver contado uma mentirinha por uma boa causa que atire a primeira pedra...

Lucy in the sky(pe?)

Mais um pet de um dos leitores do B@belturbo ganha espaço aqui no blog. A estrela da vez é a Lucy, que adora um computador. A foto foi enviada pelo Brit, que tem mais dois cães em casa.
Vejam só que internau-au-au-ta mais simpática:
Brit, tenha cuidado pra que ela não desenvolva as tais Lesões por Esforço Repetitivo, viu? Quem fica muito tempo no computador acaba entrando nessa! ;)
E você? Tem um pet-figura em casa e quer mandar uma foto aqui pro blog? É só enviar pra HotLine.

Da série: "a pergunta que não quer calar..." 30

Gente, acabo de ver a matéria do Jornal da Globo sobre a tal suspeita de contrabando envolvendo alguns executivos da Casa & Video. Segundo o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, essa mutreta fez com que a rede de lojas sonegasse cerca de R$ 100 milhões em impostos.
Pergunto-vos: eu era o único que tinha a impressão de que as mercadorias da loja eram muambas mesmo? Juro: sempre pensei isso! Aquilo parece um camelódromo; uma Galeria Pajé melhorada, minha gente! Sem falar nas tais liquidações que acontecem...toda semana! Como aliás, eu já comentei aqui dois anos atrás.
Sem contar que não conheço uma única pessoa que não tenha tido problemas com alguma mercadoria comprada nessa loja...
É a tal história: um dia a casa (& video) cai...

Mais um!!!

Carlos Zev Solano, um dos primeiros leitores assíduos do B@belturbo, se juntou hoje à turma do Mural de Leitores! Fiquei feliz de vê-lo por lá, porque bateu a sensação de que, mesmo com quase três anos de bobagens quase diárias despejadas aqui, o blog continua mantendo o interesse de leitores de primeiríssima categoria!
Coisa boa!
Valeu, Carlos! Bom te ver por aqui de novo!
E vamo que vamo!!!

25.11.08

Últimos dias para participar da promoção!!!

O prazo acaba no dia 30/11!!!
Tá esperando o quê pra mandar a sua frase e concorrer ao prêmio?
Pra saber mais detalhes da primeira promoção da história do blog, leia o regulamento aqui ao lado, no alto da coluna da direita. Depois é só mandar a sua frase pra HotLine do blog e torcer...
Participe!

Balancete parcial...

Até esse exato momento, o blog recebeu mais de 2.070 visitas no mês de novembro.
Sim, fiquei todo bobo com essa descoberta!
Valeu, turma!
E vamo que vamo!!!

Dia de chuva e sopa quentinha...

Coisa boa uma sopa de ervilhas bem quentinha e saborosa depois de um dia inteiro morrendo de frio, com a roupa toda molhada por essa chuva maluca que não quer parar de cair, né?
Tive a sorte de tomar essa sopa aqui do lado na noite de ontem, logo depois do programa. Tava tão bonita e gostosa que não resisti: cliquei e tô postando aqui. Aliás...modéstia a parte, a foto está dando água na boca, hein?
E você? Tem uma receita infalível pra espantar o frio? Bora compartilhar???

O CQC anda vacilando...

Sou fã do CQC desde o lançamento do programa - e já até recebi aqui um comentário de um dos apresentadores do programa, o comediante Rafinha Bastos. Mas, cá pra nós...o programa anda muito zoneado. Na semana passada, uma falha técnica impediu que o quadro do Rafinha Bastos fosse exibido - isso depois de 2 tentativas de colocar no ar a matéria!
No fim, desculpas ao público e a promissa de exibir o Proteste Já hoje.
No programa de ontem, deu tudo certo. O quadro foi pro ar e estava ótimo. Só que, num dado momento, Marcelo Tás anunciou um intervalo de um minuto e meio. E tome comercial. E, na volta, o mesmo Tás se desculpa com o público por não haver tempo para exibir o que estava previsto...
Muito feio! O público não é bobo, minha gente! A gente sabe que programa ao vivo tem dessas coisas, e que o talento dessa turma é inquestionável; mas a bagunça não pode virar parte do pacote...porque aí a gente enjoa rápido...

24.11.08

Ex-pertinho de atriz leva pito de Ana Maria Braga na TV...

Ex-policial, ex-marido de Susana Vieira...afinal, o que é Marcelo Silva hoje? Para apresentadora global, ele não é nada!!!
Enquanto me aprontava para os primeiros compromissos do dia, liguei a TV na Globo e vi Ana Maria Braga desancar, com todas as letras, aquele ex-marido daquela atriz famosa. Aquele que faz de tudo para aparecer e que - sinal dos tempos niilistas que vivemos - tem conseguido ocupar cada vez mais espaço na mídia.
Ana Maria chamou o cara de nada, disse que é um vagabundo, um cafajeste e, entre outras cobras e lagartos, disse que seria um bem enorme pra humanidade se ele "desaparecesse da face da Terra" e apelou aos colegas das outras emissoras para que deixem de dar espaço ao cara.
Sabe que eu concordo com a loira?
E se a mídia tem culpa no cartório, por conceder os tais 15 minutos de fama aos "famosos" do tipo desse cidadão; também são culpados os que ficam diante da TV conferindo o que essa gente tem a dizer. Quem dá audiência pra bobajada toda em que se transformou a programação - especialmente a vespertina - de alguns canais de televisão é tão culpado quanto quem programa esse tipo de atração.
E eu, que já gostava da Ana Maria Braga, passei a respeitar ainda mais a sua coragem de dizer, publicamente e na maior emissora do país, aquilo que tanta gente séria e sóbria tem vontade de dizer...

Fale agora...ou cale-se para sempre!!!

Os leitores mais assíduos sabem que não falo da minha vida pessoal aqui, não por ter grandes segredos, mas por achar que ela não tem nada de tão sensacional que justifique o espaço ocupado no blog. Mas para que eu possa contar essa história, é necessário fazer uma breve contextualização:
Fui casado. Casamento de verdade mesmo: Igreja, papel passado e tudo o mais que cerca a mística do evento.
Foi bom. Eu tinha 20 anos e ela também.
Ficamos casados por 2 - acho que alguns dias a menos que isso, na verdade...
E acabou.
Agora, vamos à história...
Sábado, num almoço familiar, um primo contou que iria a um casamento na mesma capela onde me casei. E uma tia, com sua voz sempre muito tranquila, soltou a bomba do dia:
- Ah, é muito bonitinha aquela capela! Eu já fui a uns 15 casamentos lá! - pausa dramática - Todos terminaram em separação!
A risadaria já era generalizada quando meu primo completou - já se despedindo de todos a caminho dos preparativos para o tal casório:
- Então vamos mudar o nome daquela paróquia! Tem que passar a ser Nossa Senhora da Separação...
O volume das gargalhadas atingiu os mais altos decibéis. E é por essas e outras que eu amo essa minha família maluca!!!
E que Nosso Senhor do Divórcio nos proteja em mais essa semana!!!
PS.: Gente, é brincadeira! Sem ofensas, viu?;)

Os últimos Saltos do ano...

Outro dia eu falei aqui do prazer que tive ao gravar um debate com jovens estudantes sobre questões relacionadas aos conceitos de gênero e sexualidade.
Foi uma tarde inteira de muito trabalho, mas, também, de um agradável encontro com essa turma. Sem falar no tesão que tive por fazer algo diferente do que tenho feito nesses 9 anos de carreira e que, no entanto, é um dos meus grandes sonhos: trabalhar com os jovens.
Bom, eis aqui um registro da gravação - em foto tirada com o celular, durante o processo de edição do material...
O resultado vai ao ar no Salto dessa semana. E o tema é bem quente! Vamos falar de violência contra a mulher, gravidez na adolescência, erotização da infância, homofobia e de uma série de assuntos que precisam ser discutidos por toda a sociedade. E pela escola, claro!
Quem quiser e puder, está convidadíssimo pra assistir os debates e participar enviando perguntas por e-mail ou pelo telefone - os contatos estão no site do programa.
Vamos ao serviço: Salto para o Futuro, na TV Escola, ao vivo, de segunda a sexta, a partir das sete da noite. E na TV Brasil, a partir de terça-feira, às 8:45h da manhã. A TV Escola, na SKY, é o canal 112. E a TV Brasil está no ar também pela web. Quem quiser pode acompanhar em tempo real, no mesmo horário que citei lá em cima.
Essa vai ser a última semana ao vivo em 2008, portanto, tem um gostinho ainda mais especial...

O rascunho...

Ando cansado. Mais que isso, ando exausto! Farto de você que luta por migalhas enquanto poderia ter o mais rico dos tesouros; que joga fora diamantes para pendurar no pescoço cacos de vidro.
Vá se cortar com eles!
Cansei de você, que só enxerga as próprias vontades, os próprios desejos. E que, quando esbarra nas consequências dos próprios atos, desculpa-se com ar de quem fez tudo sem querer...
Preguiça disso tudo!
Ando cansado de você, que desconsidera. Que não liga, que não atende, que não retorna. E que, quando o faz, diz as tais mentiras sinceras que (não) me interessam...
Ando cansado das lembranças todas que nem sei mais se traduzem o que se passou ou se são frutos de alguma espécie de disfunção dos meus mecanismos de memória. Cansado de reconhecer cheiros, de acumular imagens, de te ver nos mais diversos momentos do meu dia. De pensar em você...
Troca o que há de mais valoroso por um monte de...nada! Troca tudo o que poderia ser pelo que nunca será...
E vai! E não me diga que o faz sem saber; sei que sabe de tudo! Noto isso nesse teu olhar de quem fez bobagem; no teu tom de voz ao telefone; nos elogios que oferece como recompensa pelos atos que reconhece indignos de você.
Indignos de mim.
De nós...
Vai! E me deixa!
Só não diga que eu não avisei...

+ + +

Olhou para o texto. Leu e releu por diversas vezes. Trocou uma ou outra palavra, inverteu a ordem de dois parágrafos para, em seguida, desfazer a alteração. Mas, antes de enviar o tal e-mail, ponderou. Poderia ser uma fase; poderia estar num daqueles momentos de nervos aflorados; sensível demais para tomar decisão qualquer que fosse, ainda mais uma tão séria quanto aquela.
Respirou fundo e clicou em salvar como rascunho.
E aquele se tornou um esboço de mais um e-mail que nunca seria enviado...

23.11.08

Ph ácido...

Achei o link no blog da amiga-leitora, Lu Ribeiro:
Wanessa Camargo passou 24 horas no aeroporto, lá em Angola, e resolveu processar a companhia aérea.
Coisa chata, né?
Se eu fosse um cara maldoso, perguntaria: quem será o bem-aventurado que vai dar entrada na ação contra a companhia, por tê-la mandado de volta pra cá? Ou vai ser uma ação coletiva mesmo???
Mas como sou bonzinho, ficarei na minha mesmo...
;)

E-tiqueta, please!!!

Inicialmente, esse post seria um segundo PS do que escrevi antes. Mas o assunto me incomoda tanto, mas tanto, que resolvi abrir um novo espaço para tratar dele.
Aliás, vale dizer que esse tema me irrita tanto que foi um dos primeiros a ser retratados aqui no blog, quando o B@belturbo tinha apenas um dia de net.
Fato é que minha aversão por jogos de azar, descrita no post anterior, é proporcional a que tenho por e-mails de corrente, com arquivos de power point em anexo, com joguinhos-típicos-de-revistas-teens, com questionários bobocas, com aquelas (insuportáveis) mensagens fofas e/ou textos de grandes escritores - que, em 99% dos casos, nem foram escritos pelos escritores citados.
Na boa: DELETO TODOS!
Portanto, de coração, se você é meu amigo e tem meu e-mail pessoal e vive me mandando mensagens desse tipo, não me envie mais nada disso, ok? Se nunca recebeu minhas respostas, tenha a certeza de que eu jamais cheguei a ler os e-mails dessa natureza. E, repito: APAGO!
Trabalho diante do computador, recebo muitos e-mails na TV; fico diante do PC para atualizar o blog, tenho as minhas coisas pra escrever/ler...e odeio a idéia de perder tempo deletando mensagens que acho desagradáveis e que não pedi pra receber.
Adoro, sim, receber, ler e responder e-mails de amigos, admiradores do meu trabalho na TV, leitores do blog - para os quais, aliás, criei a HotLine. Ou seja: não tenho aversão pelos e-mails e até gosto muito deles! Mas aqueles de caráter individualizado; que tragam algo que tenham escrito pra mim de fato. As mensagens fofinhas, quando e se quiser, eu saberei onde buscar e encontrar...
E não é grosseria. É só sinceridade!

E você? Qual o tipo de e-mail que mais te irrita?
Comentaê!

O santo tem que desconfiar!!! 2

De dois meses pra cá, pelos menos três amigos me convidaram para entrar nas tais "Rodas da Fortuna". O argumento seria tentador - receber quase quatro vezes o valor investido - se eu não tivesse uma absoluta aversão por jogos de azar, ou por qualquer coisa que envolva o risco de perder dinheiro de bobeira...
Hoje, li matéria do Extra que denuncia: um jovem da Ilha do Governador pode ter sido morto - e esquartejado - por ter "quebrado a roda"; ou seja: por não ter pago a quantia devida.
Embora triste, a notícia não me surpreendeu. Não dá pra confiar em nada que renda tanto dinheiro assim, minha gente! Dinheiro honesto, só com trabalho! Ou ganhando na loteria!!!

PS.: Não achei o link da matéria do Extra, acho que não tá online. Mas, durante a pesquisa, achei esse link, bem interessante, do site do Sidney Rezende. A reportagem descreve como os calotes envolvidos em golpes como esse da Roda da Fortuna quase derrubaram o governo da Albânia em 1997. A coisa é mais séria do que podemos imaginar. Vale a pena ler!

Ato falho?

Globo. Tansmissão de Flamengo x Cruzeiro, pelo Brasileirão. Luís Roberto é o narrador.
A torcida rubro-negra grita:
- Juan! Juan! Juan!
E o locutor:
- A torcida grita burro, xingando o técnico Caio Júnior...
Morri de rir...

Te cuida, Jack Nicholson...

Hollywood, aí vou eu!
Teria o maior prazer em dizer aquelas coisas muito originais que os atores costumam dizer a cada novo papel:
- Esse personagem foi um presente pra mim!
- Estou aprendendo muito com esse personagem...
- O texto é primoroso!
E por aí vai...

PS.: Falta do que fazer dá nisso...
PS².: Pra ver a capa original, clique aqui.

Quando Saturno bate à sua porta...

Meio acabrunhado com as conturbações que rondam sua vida afetiva, um amigo - que sempre se definiu como uma pessoa cética - resolveu dar uma chance ao esoterismo. Convencido por uma amiga, foi visitar o consultório de uma cigana. Segundo a tal "embaixadora da cartomante", a profissional é daquelas que não erra uma!
E lá foi meu amigo, decidido a tentar desvendar os mistérios que andam atravancando sua vida amorosa. Antes, ele chegou a consultar um estudioso da astrologia. O diagnóstico foi rápido:
- Saturno está atravessando o seu mapa!
Saturno é o senhor dos karmas. E os karmas não são necessariamente coisas e/ou situações ruins; são, apenas, de difícil solução. Ou seja: aquelas que não nos sentimos aptos para resolver.
Feliz com a descoberta e esperançoso de que a travessia do planeta dos anéis estivesse no fim, dadas todas as vacas que já tinham ido parar no brejo das desilusões, meu amigo comemorou:
- Ah, é isso? E quanto tempo leva pra acabar a travessia?
A resposta dos astros não foi das mais animadoras:
- Três anos!
Vixe, mas que planetinha mais lerdo, deve ter pensado meu amigo. E, como ninguém merece passar três anos dando com os burros n'água, lá foi ele escutar o que dizia a tal cigana. E, segundo ele, ela acertou tudo e mais um pouco!!!
Só não sei se a tal vidente será capaz de abreviar a tal travessia de Saturno...

E você? Acredita em ciganas, oráculos, fadas, duendes? Papai Noel, Coelhinho da Páscoa? A idéia não é debochar mas revelar, aqui, aquilo em que você acredita...
Eu, por exemplo, acredito em horóscopo. Mas não em qualquer um: apenas na previsão mensal, feita por uma astróloga específica. Embora não seja um seguidor e sequer leia sempre as previsões, já encontrei muita coisa ali que aconteceu depois...
E quem não tiver telhado de vidro que atire a primeira pedra!

Love is a Losing Game...

Estou completamente apaixonado por essa música! Aliás, por todo o excelente Back to Black, o segundo álbum da carreira de Amy Winehouse. Comprei o disco semana passada, só pra fazer piada com uma amiga que não é muito fã da cantora britânica; e acabei rendido ao talento dessa artista.
Aos que ainda não conhecem o álbum, recomendo! E recomendo, também, que torçam pra que essa artista tão talentosa retome logo as rédeas de sua vida, a tempo de preservar um talento tão grandioso...
Viva Amy!!!

22.11.08

Depredaram o poeta...uma vez mais!

Nada contra o poeta, que fique bem claro!
Mas acho que vou lançar uma campanhar pró-lentes de contato para a estátua do Drummond! Porque, pelo visto, não vão desistir de roubar os óculos desse mestre da poesia contemporânea...
Já pensou se essa moda pega? Se roubam a tocha da Estátua da Liberdade? Ou os ponteiros do Big Ben?
Difícil imaginar que essas depredações acontecessem em países como a Inglaterra ou os Estados Unidos.
Já aqui no Brasil...qualquer dia a gente vai acordar e descobrir que os bondinhos do Pão-de-Açúcar foram surrupiados na calada da noite e foram parar num desmanche qualquer...
Francamente!!!
Acho que é o caso de o poder público começar a pensar numa parceria com alguma ótica. A cada avaria nos óculos, a empresa reconstruiria em troca de uma publicidade qualquer. Pelo menos o dinheiro público seria poupado, né?
Se bem que...não seria nada poético ver o poeta segurando uma plaquinha com aquele slogan:
"Morô? Rá-raaaaaaai"...
Sim, as lentes seriam a melhor saída...



Cade a bússola??? Cadê o atlas???

Início do Jornal Nacional nesse sábado. O apresentador anuncia que os temporais detonaram a Região Sudeste. E completa: a situação é mais grave em Santa Catarina.
Mas...tipo assim...Santa Catarina é na Região Sul, lembram?
Eu hein!!!

21.11.08

'Isso é uma vergonha!!!'

É mole?
Desperdício, pra mim, é dar o voto pra políticos que ignorem as próprias responsabilidades.
Depois de tudo que vivemos nesse ano, esse senhor tinha por obrigação se empenhar ao máximo para evitar que qualquer coisa semelhante a uma epidemia se repetisse. Ao menos para sair do poder com um resquício de dignidade...

Um cãozinho sentimental..au...au!!!

Outro dia fiquei surpreso ao postar aqui a foto de uma simpática cadelinha dando uma conferida nas notícias do jornal...
Mas, pelo visto, ando meio obsoleto...não é que recebi outra foto, desta vez, da leitora-amiga Luciana Chagas, com mais um pet-cdf???
Olhem isso:
Prestem atenção: o simpático Banzé está lendo o suplemento literário do jornal. Trata-se de uma resenha de romance. Entenderam agora a carinha de quem está sofrendo com uma baita dor-de-cotovelo?
Lu, valeu por ter mandado a foto, viu?
E você, se tiver fotos curiosas de seus pets, mande pra HotLine aqui do blog.

O condor que mudou a história da América do Sul...

América do Sul, década de 70. Reunidos, representantes das forças armadas de seis países resolvem promover um estranho intercâmbio: uma espécie de bloco militar destinado ao fortalecimento dos regimes ditatoriais implantados nas nações do chamado Cone Sul. Troca de informações, perseguição e prisão dos chamados "subversivos" e posteriores julgamentos e tortura dos inimigos do poder. Essa, que ironicamente pode ser considerada a primeira ação integradora promovida entre os países da região - uma espécie de embrião podre do Mercosul - foi a Operação Condor.
Até pouco tempo atrás, conhecia muito pouco sobre esse nefasto período da história do continente. Felizmente, pertenço a uma geração que não tem grandes lembranças do período sombrio em que vivemos sob ditadura. Lembro apenas de um ou outro pronunciamento do presidente Figueiredo - o último presidente militar do Brasil. E é só.
Nessa semana, fiz um mergulho na história da América do Sul. Entrevistei representantes de diversos países; cada qual contando as particularidades das ditaduras que se espalharam na região - com o apoio firme e silencioso do governo norte-americano. E se hoje a democracia parece natural; algo quase compulsório, passa-se a dar muito mais valor a ela quando se tem conhecimento do horror do estado de exceção que as forças armadas impuseram nesses seis países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia.
Conversei com um senhor paraguaio, o primeiro doutor em Educação daquele país. Ele me contou que foi encarado como inimigo do regime depois que passou a defender a Pedagogia do Oprimido, do brasileiro Paulo Freire. Questionador dos métodos educacionais do país e líder sindical - que buscava melhores condições de trabalho e remuneração para os educadores paraguaios - foi preso e torturado. Com lágrimas nos olhos, descreveu as sessões de tortura com uma expressão que não deixa dúvidas: toda a dor ainda está ali, maltratando aquele corpo. E, revoltado, disse que sua maior motivação para provar a existência dessa ação coordenada entre os governos militares do Cone Sul foi o desejo de saber as circunstâncias que envolveram a morte de sua mulher.
Foi ele o responsável pela localização do Arquivo do Terror, que comprovaram a Operação Condor. Esses documentos foram abertos pelo governo paraguaio e estão disponíveis para consulta.
No vizinho Uruguai, a legislação protegeu os responsáveis pelos crimes da ditadura militar e, por pouco mais de duas décadas, a lei impedia que eles fossem julgados e condenados. Hoje, a legislação estabelece o pagamento de benefícios sociais para as vítimas da ditadura - algo como um Bolsa-Família para quem sentiu na carne a dor da barbárie ditatorial. E são cerca de 100 mil beneficiários, o que dá a exata medida de como a ditadura agiu em larga escala por lá...
No Brasil, onde o custo-ditadura é calculado em mais de R$ 2 bilhões, as forças armadas jamais assumiram a participação na Operação Condor - batizada assim em alusão ao pássaro típico da região andina. Os arquivos militares referentes a esse período, e que poderiam ajudar a identificar as vítimas e os desaparecidos, permanecem sob sigilo. Estima-se que parte dos documentos já tenha sido destruída, o que, se comprovado, pode se configurar num grave crime contra a memória do país. Um crime cometido a serviço da impunidade.
Em todos os países, um traço em comum: segundo especialistas, o longo período sob comando dos militares acabou por gerar grandes perdas para as sociedades. Além de fragilizar o sistema político; importantes programas sociais foram interrompidos. O exemplo mais forte foi o Movimento de Alfabetização de Paulo Freire, impedido de ir em frente. E dá pra imaginar o que seria do Brasil se, há uns vinte anos, o analfabetismo tivesse deixado de fazer parte da nossa realidade, né?
O curioso, ao meu ver, foi perceber como a história parece mesmo cíclica. Os crimes militares cometidos há cerca de três décadas, hoje se repetem em várias partes do mundo. Se antes apoiavam as ditaduras militares, hoje os Estados Unidos repetem seus erros "em defesa da democracia". E deixam um rastro de dor e barbárie em várias regiões do planeta. É assim em Guantânamo, no Afeganistão, no Iraque. Uma sucessão de crimes que, de acordo com outro entrevistado, um especialista norte-americano, poderiam levar o presidente George W. Bush a responder em tribunais internacionais pelos mesmos atos condenáveis que culminaram com a punição das cortes internacionais ao chileno Augusto Pinochet.
Dá uma certa tristeza ver que, de certa forma, a humanidade não andou. E que a gente segue repetindo os mesmos erros...
Quando terminei o exaustivo dia de gravações, tinha a exata sensação de estar fascinado pelo tema. E omiti aqui os nomes das pessoas entrevistadas propositadamente. Eles não são o mais importante; o mais importante é que a gente pense pra onde estamos levando o mundo...



PS: A matéria sobre a Operação Condor deve ser exibida em 2009, no Salto para o Futuro.

20.11.08

Gente nova no pedaço!!! Ôba!!!

Esse post é só pra saudar duas novas leitoras que se juntaram aos demais queridos que seguem o B@belturbo: Amanda Hora e Tatiana Bruzzi.
Sejam bem-vindas, entrem no clima e divirtam-se com as loucuras que rolam por aqui...
E vamo que vamo!
;)

O 20 de novembro...

"O povo negro entendeu que o grande vencedor se ergue além da dor..."

Gosto muito desse trecho de Milagres do Povo, do Caetano. E traduz bem toda a resistência que o povo negro tem engendrado nesses 508 anos de presença marcante no Brasil. Povo sofrido, sim, mas que também deu e dá muito por essa nação. E que ajudou a fazer de nós, brasileiros, um povo com cores, sabores, suores e sentidos únicos em toda a vastidão dessa Terra.
A todos, a minha homenagem pelo dia da Consciência Negra.
Nesse vídeo, que faz parte do DVD Noites do Norte, Caetano homenagia Jorge Amado. E faz todo sentido: Jorge traduziu como poucos a mistura cultural, étnica e gastronômica que fizeram da Bahia e do Brasil lugares fantásticos...


Nossa flâmula...

Turma, ontem foi Dia da Bandeira.
Não toquei no assunto mas, quem quiser, poder ler sobre aqui.
A aula sobre o pavilhão nacional foi uma cortesia de Paulo Newton, que odeia quando eu falo da pobre da Mulher Melancia...rs!
Abs, Paulo! E valeu pela dica!

Aliás...e o que vocês acham da bandeira brasileira, hein? Bonita? Feia? Indiferente? Conhecem explicações diferentes sobre a bandeira brasileira? Então, comentem aê!

19.11.08

Sobre a promoção...

Um aviso: para facilitar a vida dos leitores, a partir de agora as informações sobre a Promoção Natal Alegre no B@belturbo ficam concentradas num texto, logo no topo da coluna da direita aqui do blog.
Leia, crie a sua frase e participe!!!

Da série: "a luz no fim do túnel é um trem vindo pra cá..." 21

A matéria de Eduardo Chao e Rafael Lisboa no Jornal da Globo, sobre a descoberta de um paiol do tráfico dentro de uma escola carioca, me deixou muito assustado. Primeiro, pelo absurdo do fato! Escola não é lugar de arma, nem de traficante! Nem de operação policial...
Segundo, porque fiquei preocupado com a integridade da diretora da escola, que apareceu na TV sem que a edição da matéria utilizasse qualquer recurso que impedisse sua identificação e, surpresa, lamentou o risco ao qual os alunos da escola estão submetidos.
Gente, a questão da violência dentro das escolas é cada vez mais séria! É claro que ninguém mostra a cara na TV pra falar disso, mas, conhecendo a realidade das comunidades populares do Rio, dá pra se ter uma idéia do tipo de rotina que professores e alunos vivem. Do tipo de presença que precisam suportar nas escolas, nas ruas próximas à ela.
É assustador pensar que eu só vi, de perto, uma arma de fogo depois de adulto. E que pra boa parte dessa criançada, meu Deus, elas são tão comuns quanto o giz e o apagador...

Um inusitado leitor de jornal...au, au, au!!!

Dia desses, publiquei aqui uma foto da cachorrinha que manda e desmanda aqui em casa, a poodle Kiki. Surpreendentemente, o post foi um dos mais comentados...
E como notei que o tema canino interessa muita gente, pedi à minha amiga Mônica Mufarrej que me autorizasse a publicar um flagrante de um dos seus mascotes. A foto é da própria Mônica:
Tá vendo só? Isso é que é uma cachorra intelectual! Enquanto os outros usam o jornal apenas como banheiro, ela se dedica a uma leitura cuidadosa das notícias do dia...ou melhor, d'O Globo...rs!
Ah, esses pets...
Se tiver imagens curiosas dos seus bichos de estimação, mande pra HotLine!

PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E VEJA COMO PARTICIPAR!!!

Post suitado ou o 'Katrina midiático'...

Caminho de volta para a TV, depois de uma looooonga externa. No carro, o assunto é o turbilhão em que se transformou a vida de Luana Piovani.
E a atriz ainda declara que "continua produzindo".
Produzindo manchete pra revista de fofoca e site de celebridades, né? Minha gente, Luana Piovani virou uma espécie de Katrina Midiático...é impressionante!!!
Enfim, diante do (vasto) histórico de polêmicas recentes da atriz, na volta da externa uma colega de trabalho vaticinou:
- A única saída pra Luana afastar essa maré de azar é...entrar pra Igreja Universal e aceitar Jesus como único salvador...
A quem interessar possa: minha amiga é do candomblé...
E eu só postei essa história pra não dizerem (de novo) que pego no pé da Universal.
Em jornalismo, damos a isso o nome de suitar uma matéria. No caso, um post...


PS¹: Pesquisando os links da história da Luana, olha só o que eu achei. Acho que alguém andou lendo e resolveu seguir a risca a história do tapa, né?
PS²: Ok, nada de celebridades nos próximos posts, ok? Ando cheio disso!!!


PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E SAIBA COMO PARTICIPAR!!!

18.11.08

Drama de ator global vira destaque nas bancas de jornais e revistas...

Quando tornou pública a decisão de se afastar da novela das seis para cuidar da saúde, Fábio Assunção fez um pedido para que todos respeitassem esse momento de luta.
E o que temos visto desde então? Exatamente o mesmo show de horror de sempre:a mídia caindo em cima do drama pessoal do ator pra esquentar as vendas de jornais e revistas. Separei dois exemplos:
Do lado esquerdo, destaque na edição do engraçadinho jornal Meia Hora. A fina ironia pode não ter sido notada pelo leitor médio, mas que é de mau gosto brincar com a idéia de "dar um tempo na carreira" quando se sabe que o ator tenta abandonar a dependência de cocaína é, no mínimo, grosseiro e desrespeitoso. Engraçado, sim. Mas gratuito.
Ao lado direito da imagem, a capa da edição dessa semana da Veja. Acho que nesse caso a história é mais óbvia: a revista do Grupo Abril pegou carona na história e parece querer brigar pelas vendagens com as publicações especializadas na cobertura da vida dos famosos. Sim porque, convenhamos, em tempos de crise do sistema financeiro mundial; de reuniões sucessivas do G-20 e de muita expectativa em torno da montagem da equipe do governo de Barack Obama nos Estados Unidos, não dá pra ninguém engolir que a revista tenha apenas interesses editoriais ao escolher a capa com Fábio Assunção.
Não sou puritano. Mas acho que assuntos como esse precisam de um tratamento parcimonioso. Afinal, cuidado e canja de galinha não fazem mal a ninguém, né?

PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E VEJA COMO PARTICIPAR!!!

Aqui o português é bem dizido...e escrivinhado - IV

Essa chegou pela HotLine: minha amiga-leitora Luciana Ribeiro enviou o print-screen do site de O Globo:
Será mesmo que só o trênsito estava lento? E o que dizer do redator que deu esse mole?rs...
Ainda bem que a matéria não era sobre as xuvas de ontem, né?
Se você tiver imagens para mandar para a série Aqui o português é bem dizido...e escrivinhado, envie um e-mail para a HotLine do blog.

PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E VEJA COMO PARTICIPAR!!!

Sobre o temporal de ontem no Rio...

A TV Brasil, onde trabalho, fica na Lapa. A Lapa fica no coração da cidade do Rio de Janeiro. É uma região de casarões antigos, belíssimos; de bares e restaurantes descolados; sem falar na tradicionalíssima alcunha atribuída ao bairro: de "berço da boemia carioca".
Faz oito anos que a Lapa faz parte da minha rotina diária. E confesso: adoro isso!
Mas não posso deixar de sentir vergonha, como cidadão, de ter que me preocupar toda vez que começa a chover mais forte. A Lapa, meus amigos, além de todas as características que já citei, é também um eterno convite ao alagamento sempre que São Pedro pesa a mão sobre nós. E não é de hoje: entra ano, sai ano, a história se repete.
Ontem não foi diferente. Contei no relógio: em pouco mais de 10 minutos de chuva forte, as ruas do bairro já estavam tomadas pela água. Água suja de esgoto, de bueiros que ninguém parece limpar e desentupir. Água fétida; que não exige especialização em biologia para atestá-la, também, como contaminada.
Ilhado na lanchonete ao lado da TV depois de um lanche rápido, fiz com o celular os flagrantes da chuva que ilustram esse post. E vi velhos e crianças passando por essa água lamacenta. Vi muita gente ficar na mão; vítimas incontáveis dos guarda-chuvas vagabundos desse nosso estranho tempo. Vi carros pararem, incapazes de seguir rua (rio???) adentro. Barcos seriam muito mais apropriados, ontem, para qualquer trajeto que incluísse as principais ruas da Lapa.
Fico me perguntando o que fazem as autoridades entre o término de uma temporada chuvosa e o início da seguinte. E tento me esforçar para acreditar que elas fazem algo. Todos os anos são as mesmas imagens, são os mesmos problemas. É a Lapa. É a Baixada Fluminense. É a Região Serrana. É a Zona Oeste...
É essa tragédia anunciada de todos os anos que fica em nossa cabeça como um calendário em contagem regressiva, só esperando para que o triste espetáculo da negligência comece uma vez mais...

PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E SAIBA COMO PARTICIPAR!!!

Da série: "a pergunta que não quer calar..." 29

Ontem, no meio da tarde, Ana Maria gritou meu nome lá na redação. Leitora e colega de trabalho, Ana parecia se divertir com algo que a TV estava mostrando. Cheguei perto e era exatamente essa imagem que você vê ao lado: o (agora ex) marido de Susana Vieira chorando as mágoas no...programa da Sônia Abrão, na Rede TV!
O fim da feira!!!
Já seria ruim se fosse uma entrevista inédita mas, acredite, o programa estava reprisando a matéria - claro, algo de grande interesse coletivo, devem supor os responsáveis pela atração. Sônia Abrão fazia aquela expressão de quem estava falando da coisa mais séria do mundo; tão grave como a guerra no Iraque ou a crise financeira mundial. Até que, lá pelas tantas, fez uma pausa, anunciou que um trecho inédito seria exibido em seguida e...foi fazer um merchanzinho que ninguém é de ferro!!!
Agora, pergunto-vos: será que alguém que trai a mulher, tem a história fartamente registrada por paparazzi e é dedurado pela própria amante pode mesmo acreditar que falar do assunto num programa como esse vai reparar essa situação digna de pau de galinheiro?
Ou será que o rapaz tá é correndo atrás de capitalizar seus 15 minutos de fama, hein?
Cada uma!!!

PROMOÇÃO NATAL ALEGRE NO
B@BELTURBO. CLIQUE AQUI E SAIBA COMO PARTICIPAR!!!

17.11.08

Promoção Natal Alegre no B@belturbo...

Queridos,

Como vocês sabem, o Piu-Piu foi eleito aqui no blog como o personagem mais gay do universo infantil. A enquete foi um sucesso, os comentários foram muito divertidos e tudo resultou numa brincadeira muito bacana.
O que vocês não sabem é que 2008 está sendo o ano de maior sucesso na história do B@belturbo. Um ano em que essas loucuras que derramo na tela me deram muito prazer, principalmente, por poder contar com as respostas, as colaborações e com a crescente participação de vocês, leitores e amigos, aqui no blog.
Por isso, como esse ano tão especial já se aproxima do fim, resolvi criar essa promoção para presentear um leitor nesse próximo Natal. É o seguinte:
Para participar, você precisa escrever uma frase que sirva de justificativa para a eleição do Piu-Piu como o personagem mais gay do universo infantil. Não importa se votou ou não no pintinho amarelinho; dê asas à sua criatividade e mande ver!
Quando bolar a frase, basta enviá-la para a HotLine do blog.
Qualquer um pode participar da brincadeira! Só é preciso deixar claro que cada eleitor só pode enviar uma frase pro blog.
As três frases mais criativas e mais engraçadas serão classificadas para a grande final, aqui no blog. E todos os leitores poderão votar na enquete que vai decidir quem será o(a) vencedor(a) do prêmio!
Prêmio? Sim, caríssimos! Afinal, Natal sem presente não é Natal! Quem levar a melhor na enquete vai poder escolher UM CD OU UM LIVRO, no valor de até R$ 40,00 reais. Atenção: o produto precisa estar disponível em um dos grandes sites nacionais de vendas pela internet, ok?
Ou seja: quem faturar vai receber, em casa, um presente de Natal do B@belturbo!
Curtiram? Então, mãos à obra! As frases poderão ser enviadas por e-mail até o dia 30/11! No dia 1° de dezembro, entra no ar a enquete com as três finalistas. E no dia 10/12 o resultado vai ser anunciado.
É isso! Participe! Quem sabe o Piu-Piu não te dá sorte?

Aqui o português é bem dizido...e escrivinhado - III

Antes que me acusem de pegar no pé dos pequenos e médios empresários responsáveis pela plaquinha de conserto de baike, alvo do primeiro flagra dessa série, resolvi voltar aqui e mostrar que a ameaça ao nosso idioma é um problema que transcende a questão das classes sociais...
É verdade! Imaginem vocês que, numa loja de uma das cadeias de fast-food mais poderosas do planeta, ícone do capitalismo, eu me deparei com um folder onde, ao que tudo indica, resolveram compensar o excesso de calorias cortando os "esses"...
De embrulhar o estômago, né?
O que mais impressiona é que uma rede dessas tem grana pra preparar o material de divulgação. Tem grana pra ter um revisor. Então nada justifica que um erro crasso como esse escape. Vacilada primária e muito indigesta!!!
E você? Tem um flagra exclusivo de atentado violento ao idioma e quer vê-lo aqui? É só enviar a imagem para a HotLine do B@belturbo.

Provocações...

Provoca bastante que eu tô gostando! Essa brincadeira sacana, esse corpo coladinho ao meu; essa mão passeando pelo meu pescoço e brincando com a minha orelha...covardia pura!
Provoca que eu também sei provocar. Sei como puxar teu corpo pra junto de mim só pra te esquentar com meu calor e te fazer arder. E ardemos juntos quando sou eu a respirar perto da tua nuca, a brincar com minha língua peralta na tua orelha e a dizer baixinho deliciosas indecências só pra você ouvir.
Que só você gosta de ouvir...
Provoca que tenho coragem de te tirar dessa covardia de novo. De te trazer para meus braços, enlaçados na tua cintura e de te fazer notar o quanto é verdadeiro esse desejo que o meu corpo faz questão de te mostrar toda vez que a temperatura sobe entre nós.
Duvida?

Ele está no meio de nós...até na escola...

A escola pública é laica, todos sabem. Isso significa que ela não pode - e nem deve - levar aos alunos valores pertencentes a uma religião específica. E nem seguir rotinas que estejam associadas a cultos religiosos relacionados a correntes religiosas. A idéia é que o espaço seja democrático e respeite a diversidade de valores e crenças que constituem a comunidade.
Nas escolas privadas, não é assim: a legislação permite que essas instituições sejam, inclusive, mantidas por grupos religiosos. Mas eu acho que, ainda assim, a postura do professor deveria ser discreta em relação à propagação da fé.
Você deve estar se perguntando a razão para eu estar escrevendo sobre o assunto. Bom, trabalho num programa de educação - e isso já explica, em parte, o interesse pelo universo da escola. Mas, além disso, soube de uma história que me impressionou. Uma professora, de um colégio privado que não está diretamente relacionado à religião alguma, sempre que pode, aproveita as brechas para falar do Senhor. Evangélica, a mestre chegou a anunciar aos alunos, antes de aplicar uma prova:
- Não banquem os espertinhos! Jesus não gosta de cola!!!
Todos ficaram atônitos.
E eu também fiquei. Essa professora, pra mim, precisa conhecer a dança do quadrado...e seguir, biblicamente, o que diz o refrão...

16.11.08

Toda mãe é uma peça!

Dona Hermínia: estrela do monólogo, personagem criada e interpretada pelo ator Paulo Gustavo é uma espécie de síntese de todas as mães que há no mundo...

Talento é algo que sempre me impressiona. E, mais que isso, emociona mesmo. E foi exatamente essa emoção que senti na noite desse sábado, quando, de pé, no meio da platéia, aplaudi com muita vontade o ator Paulo Gustavo.
Paulo é autor e ator do monólogo "Minha mãe é uma peça", que felizmente já faz longa carreira em teatros cariocas. Depois de ouvir muitos elogios, só ontem pude conferir a engraçadíssima história de Dona Hermínia, a mãe que dá título ao espetáculo. A demora, aliás, também se deve ao sucesso arrasador da montagem, que não pára de lotar os locais em que fica em cartaz...
Quem já ouviu a máxima que diz que todas as mães são iguais vai poder comprová-la nessa comédia. Sim, leitor, nos tiques e nas expressões de Hermínia, há muito de Marias, Verônicas, Stellas, Júlias, Franciscas...! Há muito da minha Ismênia também! E é praticamente impossível não reconhecer nos trejeitos e no humor da mãe que está em cena traços da que está em casa, no coração ou na memória. Hermínia é mãe de todos nós! E exatamente por isso, foram várias as vezes em que ouvi, aos sussurros, alguém dizer: "Minha mãe é igualzinho!".
Aí está grande parte do mérito do autor Paulo Gustavo: sensível, ele soube capturar para o texto essas características universais da maternidade. Aquele tom vitimizante, dramático, exagerado e cruelmente reclamão; de quem é capaz de dizer à filha que "vai dar um tapa e virar sua cara pro lado" e, momentos depois, explodir: "às vezes eu tenho vontade de sumir!"; sem falar no corriqueiro: "ninguém tem capacidade de lavar um copo!". Bem familiar, não?
Já o ator Paulo Gustavo tem o mérito de criar essa mulher cheia de tiques nervosos, com uma voz esganiçada e gritada que, no entanto, não cansa a platéia. Como também não cansam os momentos em que, solitária - mas, sempre, muito reclamona - Hermínia repete setecentas vezes o texto da bronca que ensaia dar nos filhos, na vizinha, na tia-mala que telefona sempre, em Carlos Alberto - o ex-marido - e Soraya, sua nova mulher.
Aliás, setecentos é um número que Hermínia repete bastante também...
Pra mim, um dos momentos mais engraçados é aquele em que a personagem se queixa do Natal. "Todo mundo briga o ano todo, aí na semana do Natal vem querer confraternizar! FALSIDAAAAAADE!!!" É divertidíssimo e a platéia explode às gargalhadas...
Turma, esse é um ESPETÁCULO, assim mesmo, com letras maiúsculas! Vale muito a pena assistir, rir e reconhecer a própria mãe na tal Dona Hermínia inventada pelo engraçadíssimo Paulo Gustavo.
Durante os aplausos, logo depois do fim da peça, o ator pegou o microfone e, antes que pudesse dizer alguma coisa, ouviu de uma senhora da platéia que a peça é sensacional. Ele agradeceu. E eu concordei! São raras as vezes em que um adjetivo traduz tão bem o que sentimos.
E foi exatamente o que aconteceu com esse sensacional ontem...

Aqui o português é bem dizido...e escrivinhado - II

Há tempos publiquei aqui no blog um daqueles flagras de agressão gratuita - e, muitas vezes, gravíssima - ao vernáculo. E sempre quis publicar imagens assim com mais frequência...
Pois bem, o momento chegou...
A foto é da minha prima Érica e foi tirada nas imediações de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Eu estava dirigindo, avistei a prova do delito e reduzi até que minha astuta colaboradora conseguisse fazer o registro.
E quis o destino que o primeiro flagra trouxesse uma palavra importada do idioma materno de um dos mais participativos leitores aqui do B@belturbo, o Brit. Vejam isso:
Baike é muito bom, hein?
E pensar que o sujeto acertou grafias bem mais complexas, como a de "acessórios" e "conserto", com 's', no sentido de reparo. Aí, bateu aquela auto-estima inabalável, quis complicar usando o ingrêis e...deu no que deu!!!
E se você quiser participar, com imagens exclusivas, dessa nossa série, fique atento: é só fazer o seu flagrante - com câmera digital, celular ou algo que o valha - e mandar pra HotLine aqui do blog. Bora brincar um pouco disso agora?
O último a mandar é a mulher do padre!!!
;)

O carinha, a morena e o batom...

Balada animada, gente bonita, e o carinha marombado chega para azarar. Solta meia dúzias de bobagens no ouvido da morena e, pá daqui, pá de lá; fatura um beijo. Dois. Três...
Apesar da beijação, a coisa não rende. O papo não flui e a morena, decidida, resolve colocar um fim naquela perda de tempo gratuita. Dá um toco no rapaz e vai ao toilette, retocar o batom para recomeçar a noite de azaração...
Na saída, boca novamente tingida de vermelho, quem ela encontra? O boboca que não soube lhe agradar. Decidido a investir novamente, ele a segura pelo braço, chega perto de sua orelha e diz, caprichando no tom meloso:
- Pô, gata...eu se apaixonei...
A morena, naquele exato instante convertida em testemunha do assassinato de um idioma, apenas sorri. E pensa que aquele mané não valia nem o batom que havia gasto ao beijá-lo...

15.11.08

RESULTADO DA ENQUETE: o personagem mais gay do universo infantil...

Foi uma votação disputada! A diferença, eu garanto, foi bem menor que os tais cinquenta mil votos que deram a prefeitura do Rio para Eduardo Paes, naquele apertado embate contra o Gabeira. Mas, passados os cinco dias de pleito, é hora de conhecer o resultado!
Antes de anunciarmos quem levou a melhor, é interessante estudarmos criteriosamente o mapa da votação. A partir da análise dos dados, é possível concluir que, ao menos segundo os (e)leitores do B@belturbo, Coiote & Papaléguas, Barney & Fred, Alf e a Mulher Maravilha nada têm a ver com o universo gay: nenhum deles recebeu um voto sequer!!! E olha que os coturnos da Mulher Maravilha faziam dela uma das favoritas ao título, hein...
Entre os demais candidatos, uma menção honrosa para Tinky Wink, o Teletubbie-roxo-e-de-bolsinha, que faturou 15% dos votos e só perdeu o terceiro lugar nos últimos momentos dessa eletrizante disputa.
Agora, vamos ao pódio:

Em lugar, com 17% dos votos, O Vingador, de Caverna do Dragão;

Em lugar, com 23% dos votos, Bob-Esponja, da animação homônima;

e...

Em lugar, com 28% dos votos, Piu-Piu, dos Looney Tunes.

É isso, senhoras e senhores! Piu-Piu foi eleito, nessa data histórica, o personagem mais gay do universo infantil! Fontes garantem que o(a) passarinho(a) está mais alegre do que nunca com a vitória. Se durante a campanha, Piu-Piu deu declarações polêmicas - como quando disse, esbaforido: "Não sou um passarinho! Sou uma ave!"- até o momento sua assessoria ainda não divulgou nenhuma declaração, mas o(a) vitorioso(a) foi fotografado(a) por um paparazzo quando saía para comemorar o feito com seus partidários. Veja a imagem exclusiva:
Ô bobagem, minha gente! Mas foi bacana contar com a participação de todos vocês! Essa enquete teve três vezes mais votos que a anterior, que definiu a retirada da B@belturbo FM do ar. Ou seja: o blog está crescendo e vocês, felizmente, cada vez participam mais dessa brincadeira aqui!
Agora, um aviso sério: se você votou na enquete ou se não votou, não importa! Acesse o B@belturbo na próxima segunda-feira e fique sabendo das regras para participar de uma promoção exclusiva, que vai premiar o vencedor. A promoção está relacionada à enquete e, claro, ao simpático(a) pintinho(a) amarelinho(a) que faturou o primeiro lugar!
É isso mesmo: vem aí a promoção Natal Alegre! Fique ligado aqui no blog e não deixe de participar e concorrer a um prêmio bacaninha!
No mais, brigadão pela participação em mais essa farra!