27.11.08

Íntimo e pessoal...

Só mais um pouco, vai...diz que não precisa ir agora, que não vai roubar minha alegria com mais essa partida repentina. Diz que vai ficar comigo, pra mim, pra sermos, novamente e sempre que der vontade, o mais apaixonado dos casais.
Diz que quer mais também. Diz que sente falta, que precisa, que necessita de mais um pouco desse nosso amor. Esse amor maluco, canalha, safado que a gente faz tão gostoso. Amor sacana e malandro que a gente sabe incrementar com tantas doses de carinho e suavidade. Amor selvagem, que começa na cama, termina no chão e sempre, sempre, nos parece levar ao céu.
Esse nosso amor cretino e doce; terno e ardente de um jeito tão próprio que chega a fazer de suas dores as minhas; bem como das minhas vitórias as tuas. Esse nosso amor que me fez reconhecer nos teus olhos o destino perfeito do meu olhar; que me fez ver a tua boca como a melhor extensão da minha; e que me fez sentir, desde o primeiro toque, que é teu corpo que quero ter por minha morada...
Postar um comentário