8.5.08

Do clamor por justiça...

É impressionante a sede de justiça que o caso Isabella Nardoni acabou despertando na população! Vendo as imagens das pessoas paradas, gritando em frente ao prédio de onde o casal saiu para a prisão, fiquei pensando como seria o país se esse clamor fosse mais constante...
Já pensaram como seria se a cobrança por justiça também tivesse se manisfestado à época do desabamento do Palace II, construído com areia de praia por um deputado que ficou praticamente impune? E se os clamores se tivessem feito presentes na madrugada de ontem, quando o cidadão apontado como mandante do assassinato da missionária Dorothy Stang -condenado à pena máxima no primeiro julgamento - foi surpreendentemente absolvido, como seria? Como seria se o povo se mostrasse verdadeiramente indignado diante dos desmandos de homens públicos que tantas e tantas vezes enlameiam a nossa jovem democracia?
Certamente seria um Brasil diferente. De brasileiros diferentes...
É claro que o assassinato da Isabella choca toda uma população. Foi dos crimes mais bárbaros de que já tive notícia. Mas essa indignação que nos paraliza diante da TV para acompanhar o trajeto dos réus até a prisão também pode - e eu acredito nisso - acabar sendo o principal incentivo para que todos nós nos sintamos convidados a nos mover e para que desse movimento, surja um país melhor.
Postar um comentário