18.1.09

Pensamento sobre a inconstância...

Tinha achado aquela foto no celular e lembrou do dia em que um temporal tinha lhe obrigado a sair correndo da praia. Sem aviso, a chuva chegou acompanhada de rajadas por ventos, raios e trovões. E acabou com a graça da tarde ensolarada e quente...
Logo começou a pensar que a vida é mesmo assim: feita de surpresas o tempo todo. Não há um único milésimo de segundo em que se possa garantir com precisão o que acontecerá no futuro. Da mesma forma como não há um único dia igual ao outro. Da mesma forma como nossos sentimentos mudam o tempo todo.
Tanta impermanência, tanta inconstância pode até enlouquecer quem sonha com estabilidade; quem vive querendo uma existência toda certinha. Com vive sonhando com estabilidade no emprego, nas relações, no amor. É tudo instável, sempre. Como somos, nós também, incertos desde o nascimento até o último dos suspiros...
Pensou em tudo isso e em todas as vezes em que tinha se prometido mudar, ser e agir de jeitos diferentes. Mas ali, olhando pra foto da tempestade, achou que talvez a vida, por si só, o faria diferente no momento certo. Como havia mandado a chuva cair na hora certa naquela tarde (até então) ensolarada de sábado...
Postar um comentário