16.1.09

Nos bastidores da maior biblioteca do país da América Latina...

Se você não for um amante dos livros, talvez esse texto não tenha o menor significado...
Na quarta, estive na Biblioteca Nacional, no Centro da cidade. Fui fazer o que, em TV, chamamos de locação: conhecer o ambiente onde será realizada uma gravação, estudando possibilidades técnicas - como as condições de captação de áudio e a iluminação - e artísticas - como a adequação do ambiente ao assunto em discussão, as possibilidades de enquadramento e etc.
Eu já conhecia o prédio, mas ontem fui apresentado a um espaço ainda desconhecido - e que também é ignorado pelo público que visita a BN - o armazém de livros. É um amplo salão, com estantes por todos os lados, que abrigam cerca de 2 milhões de livros! No alto, uma clarabóia muito bonita enche de charme e beleza o lugar que tem acesso restrito aos funcionários da instituição.
Fiquei tão impressionado que pedi ao assessor de imprensa da Biblioteca Nacional pra tirar as fotos que ilustram esse post. Depois, dei uma twittada assim que cheguei à redação. Avisei que postaria as fotos aqui no B@belturbo, mas acabei me enrolando e, por isso, só agora consegui publicá-las...
Pra encerrar o post, uma dica: quem é do Rio e não conhece a BN está perdendo um dos mais belos prédios da cidade. E quem não é daqui e pretende um dia visitar a Cidade Maravilhosa, anote: a Biblioteca Nacional não pode ficar de fora do roteiro.


PS.: Pra quem não sabe o que é Twitter, aqui vão as informações. E se alguém quiser me seguir por lá, é só clicar aqui. Mas aviso: sou muito mais blogueiro que twitteiro...
Postar um comentário