21.1.09

Vivendo o possível...

Que fazer se minha alegria me dá adeus quando sei que você está triste, como se me dissesse que meus sorrisos são sem sentido quando são as lágrimas que tomam o teu rosto?
Que fazer quando vem essa vontade louca de te colocar em meu colo, afagar seus cabelos e te dizer, ao pé do ouvido, que entendo tudo, que estou do seu lado e que, por mais controversa que seja a nossa caminhada, sempre será assim?
Se pudesse, faria tudo diferente! Faria nossas paralelas se cruzarem numa mesma reta; tomaria tua mão e seguiria contigo pra onde quer que fosse dar essa louca aventura. Moveria o mundo e o universo pra ver o brilho do seu sorriso sempre estampado em seu rosto; defenderia você de tudo e todos e te acalentaria em meus braços nos momentos em que a tristeza te fizesse sentir frágil e só.
Por ora, tento me acostumar a apenas tentar fazer tudo isso de longe...
É o que dá pra fazer, né?
Postar um comentário