29.6.08

Sobre a polêmica do 'Lata Velha'...

Loucura, loucura, loucura: participante do quadro que promete uma "tunagem" afirma ter recebido outro automóvel da produção...

Luciano Huck é um dos comunicadores mais hábeis quando o assunto é o cuidado com a própria imagem. Expert no trato com a mídia, Huck soube se posicionar no mercado como um cara boa praça, competente, antenado com os gostos de seu público e criativo; enfim, soube provar que, mais que botar a cara na telinha, é alguém que pensa sobre o veículo - e cria para ele.
Por tudo isso, Huck é alguém que merece a minha admiração.
Mas esse escândalo da fraude num dos quadros mais populares de seu programa, o "Lata Velha", produz um arranhão profundo na lataria do apresentador. Porque o atinge exatamente no quesito credibilidade, algo fundamental para quem quer ter uma relação bacana com o público.
Basta lembrar que foi um arranhão (profundo) na credibilidade que tirou Gugu Liberato da briga pela audiência nas tardes de domingo.
Sem acusar ninguém de nada - papel que não me cabe - é importante que se diga que a ética é um valor fundamental, mesmo nos programas de entretenimento.
No caso do Huck, a mentira - se realmente comprovada - é menos séria, não envolve falsos criminosos fazendo ameaças diante das câmeras. Mas é mentira. E pode azedar a mistura do "Caldeirão"...
Postar um comentário