8.6.08

Da série: "a luz no fim do túnel é um trem vindo pra cá..." 7

"Liberei meu marido pra votar em outro candidato da família", revela a vereadora de um voto só, Carmen Portela Santos, que tomou posse essa semana na Câmara Municipal de Pau D'Arco do Piauí. O voto recebido, é claro, partiu da própria vereadora, que só tomou posse porque o titular da vaga foi cassado e o suplente morreu num acidente de carro.
"Na próxima (eleição) quero ser muito bem votada, quero ter uns 100 votos", declarou a neo-vereadora, em entrevista ao "Domingo Espetacular", da Rede Record. Embora haja mais de 3,5 mil eleitores no município, é possível que um candidato se eleja com menos de 100 votos, como foi o caso do vereador cassado que, por obra do destino, acabou cedendo a vaga à vereadora de um voto só.
A notícia é do começo da semana, eu sei. Mas só hoje eu tive tempo de ler e, por coincidência, acabei vendo a reportagem da Record, aí resolvi postar. Só fiquei com pena do tal outro candidato da família, que, mesmo recebendo o voto do esposo da vereadora Carmen Portela Santos, pode não ter sido eleito. Sabe como é, né? Eleição é uma caixinha de surpresas...
Se eu fosse marqueteiro, estaria afivelando as malas para Pau D'Arco do Piauí! Chegaria com toda a campanha para a reeleição de Carmen (sim, só restam mais 6 meses de mandato!!!) pronta. E o slogan seria: "Carmen: candidata pequena. E notável!!!"
Acho que conseguiria pra ela mais uns...2 votos, não?
Postar um comentário