10.1.08

Mídia ataca de barata e morde e assopra o BBB 8

Na ânsia de detonar o Big Brother, Folha manda a concordância pro paredão...

É curiosa a relação da mídia com o Big Brother Brasil. Todos os jornais "sérios" caem de pau em cima do programa. Porém, curiosamente, todos eles dedicam amplo espaço à cobertura do que se passa na "casa mais vigiada do Brasil".
Não vou opinar sobre a qualidade do BBB; até porque, pra mim, ele é apenas um exemplo do que pode haver de bom e de muito ruim na nossa TV. Vejo nele qualidades e defeitos que se repetem em boa parte da programação televisiva - de quase todos os canais, incluindo na listinha os fechados, vale dizer.
Agora, vejamos. O programa estreou na terça. Ontem, quarta, já tinha pipoco em cima: na Folha Online, falava-se da "segunda pior audiência numa estréia do programa". Na mesma Folha, em sua versão impressa de hoje, a notícia já mudou: "Estréia do "BBB 8" tem a terceira pior audiência", de onde se conclui que faltou rigor na apuração das informações sobre o programa. Programa ao qual a mesma Folha (de novo, falando da Online) dedica um especial, agrupando todas as notícias relacionadas ao reality show e que, nesse momento, exibe a seguinte manchete: "Fernando e Natália forma primeiro casal do "BBB 8", assim mesmo, sem concordância. Dessa vez, faltou rigor com a língua...
Sem falar na coluna Ooops, do competentíssimo Ricardo Feltrin, que ganhou chamada na home do UOL com o seguinte texto: "BBB8: Apesar dos namoricos, ibope do programa segue em baixa". Só que, ao que consta, o "namorico" rolou na madrugada de hoje e, portanto, ainda não foi exibido na TV, a não ser para quem assiste ao pay-per-view. Ou seja: a que audiência relacionada aos "namoricos" se referia o redator da chamada?
Em suma, o BBB é um grande chamariz! É um produto rentável, consolidado, e todos querem falar dele - bem ou mal (e em muitos casos, bem E mal) - para com isso, morder um bocado da audiência que o programa atrai.
Agora, a maior novidade em relação ao BBB eu descobri ontem. Um blog divertidíssimo, o Big Bosta Brasil 2008, atualizado com uma freqüência impressionante, que debocha deliciosamente do que se passa lá na "nave Big Brother". Rende boas risadas...
Postar um comentário