23.1.08

Morbidez em tempo real...

Em tempos de Big Brother, de câmeras de vigilância espalhadas em elevadores, portarias, bancos, empresas, ônibus e até pela orla, o que mais poderia faltar para transformar a vida num grande reality-show? Não tenho a resposta exata, mas, com toda a certeza, muitas doses de loucura podem ajudar a compor esse cenário, no qual, "dar uma espiadinha" se torna algo cada vez mais corriqueiro...
Agorinha, via msn, recebi uma mensagem do amigo Gabriel Reis. Habituado a receber dele links com vídeos e gols do nosso Mengão, além dos flagras que ele faz e posta em seu blog, desta vez me deparei com uma das coisas mais mórbidas e doentias que já encontrei na rede: um site que vende a transmissão de decomposição de cadáveres! Sim, caro leitor, você entendeu bem: contratados pelo futuro-defunto, eles instalam uma câmera dentro do caixão e prometem transmissão em tempo real, atualizada a cada dez segundos, da decomposição do corpo enterrado.
Claro que dessa vez o Gabriel não me mandou o link achando que eu iria me divertir. Nem ele se divertiu. Na verdade, a troca de mensagens surgiu porque ele ficou chocado com a história, tanto quanto eu! Aliás, quem não fica?
O que dizer? Nem sei! Apenas fica a impressão de que a loucura do ser humano é algo que está muito além da nossa compreensão. Fico tentando imaginar o que se passa na cabeça de alguém que resolve vender um serviço grotesco como esse e; não só, o que sentem os familiares que, "presenteados" com essa funesta transmissão, acessam o site para acompanhar o "espetáculo".
Triste, muito triste! Pra mim, isso é tripudiar da dor alheia, é desrespeitar o direito ao descanso eterno e, mais que tudo, é ganhar dinheiro de uma forma muito, muito feia...
Bom, o link está no texto só pra documentar, pra que ninguém pense que inventei a história. Mas, honestamente, não recomendo a visita...
Postar um comentário