16.6.09

Do telemarketing...

Esse é um post dedicado ao blogueiro - e amigo de blogosfera - @raphaelcrespo...
Se tem uma coisa que eu não gosto de fazer - em hipótese alguma - é passar dados pessoais por telefone. Hoje em dia, com tanta tecnologia disponível pra bandidagem, falar números de documentos, comprovar endereço e outras cositas más pode ser uma fria! E como a violência e os golpes estão todos os dias nos jornais, acho até que as empresas já deviam ter desenvolvido mecanismos que evitassem expor seus clientes a esse tipo de risco.
Mas não desenvolveram..
Ontem, por exemplo, estava na redação quando meu celular tocou. Era um número de outro estado. Atendi e a moça se apresentou como funcionária da companhia de telefonia móvel da qual sou cliente. Falou sobre algum problema com meu cadastro em uma promoção e disse:
- Vou apenas confirmar alguns de seus dados. Seu nome completo?
Fiquei em silêncio, esperando que ela me dissesse o nome para que eu, então, confirmasse. Mas ela não ficou satisfeita:
- Senhor, preciso que o senhor me diga o seu nome completo.
- Ué - me espantei - Você não disse que ia confirmar? Pensei que VOCÊ fosse dizer os dados para que eu confirmasse...
- Não, senhor! É o contrário!
- Olha - argumentei - eu não gosto de repassar essas informações por telefone. Hoje em dia tudo anda muito perigoso e qualquer pessoa pode ligar pra outra se fazendo passar por funcionário de uma empresa como a sua...
Ao que ela, então, respondeu de uma forma, digamos, singela:
- Senhor, nesse caso, eu...
Pensei que ela ia rever o procedimento, mas...
- Nesse caso eu peço que o senhor confie, que acredite mesmo que eu sou da companhia...
Gente! É o fim, né? Se não for, tá pertinho...
Postar um comentário