6.5.09

Quando o marketing atrapalha...

No ramo de fast food a concorrência é grande. São várias as redes que lutam para roubar o gergelim dos sanduíches da cadeia de lanchonetes que é líder no mundo. Uma dessas concorrentes, muito forte nos Estados Unidos e na Europa está em processo de expansão aqui no Rio.
Sou fã de um dos sanduíches da tal rede. Portanto, sempre que me permito uma orgia gastronômica - e sempre que esse momento pé-na-jaca rola no shopping onde funcional a (até então única) filial carioca da rede - opto por degustá-lo.
Acho o lanche saboroso, o atendimento é ágil, os funcionários são cordiais e bem treinados e não há aquele clima de gritaria e estresse no balcão - tão comuns naquela rede do eme amarelinho...
Ontem, foi um desses dias! Estava eu me deliciando com aquela bomba calórica quando, do nada, surge uma funcionária da lanchonete me fazendo zilhões de perguntas. Era uma pesquisa de satisfação do consumidor.
Avaliei positivamente a loja, a comida e o atendimento.Mas, sinceramente, ficar fazendo perguntas a um cliente que está de boca cheia é o fim da feira! Mais indigesto que o mais gorduroso dos hambúrgeres...
Postar um comentário