25.3.09

A mesmice das novelas atuais...

Sou um apreciador de novelas e quem lê o blog com frequência sabe que não foram raras as vezes em que dediquei posts ao tema. Só que ontem, chegando mais cedo em casa, dei algumas olhadas nas três produções globais do momento e conclui: nunca a televisão brasileira levou ao ar produções tão mornas quanto agora.
Paraíso, apesar do apuro técnico e estético, não é mais que um Pantanal revisitado, atualizado e melhorado, no qual as imagens opacas e sem cor foram transformadas em cenas vivas, com tratamento de cinema e iluminação impecável. Vendo partes do capítulo, fiquei esperando o Velho do Rio surgir na tela a qualquer instante. Déjà vu total!!!
Três Irmãs, confesso, é um enigma! Por mais que já tenha visto cenas isoladas aqui e ali, sou incapaz de perceber de que raios fala essa trama do Antônio Calmon. Agora, inventaram até poderes sobrenaturais para a personagem da Giovana Antonelli. Ou seja: uma salada indigesta!
E Caminho das Índias? Belos cenários, belos figurinos e...só! Glória Perez teria feito uma novela melhor - e, de fato, inédita - se centrasse sua trama na esquizofrenia do personagem de Bruno Gagliasso; esse sim um ator em franco processo de amadurecimento e cheio de talento. É a única coisa bacana da novela! De resto, uma mistura dos clichês que a autora adotou em O Clone e América - com direito a dancinha o tempo todo e àquelas caóticas misturas de expressões do dialento indiano ao português. Uma maluquice só!
Ainda sobre Caminho, vale dizer que, dia desses, conversando com amigos, cheguei à conclusão que a televisão pasteuriza e trata de forma estereotipada todas as outras nacionalidades. Não importa de onde sejam: quando são retratados em novelas, os estrangeiros sempre são espalhafatosos, brigões, falam alto e gesticulam muito. E são intensos, muito intensos! Ou estão felizes demais - e dançam, dançam, dançam!!! - ou estão tristes demais. Pensem bem: foi assim com os italianos de A Próxima Vítima, com os gregos de Belíssima, e agora o (estranho) fenômeno se repete com os indianos da novela das oito...esquisito!
Não por acaso, nunca a audiência da teledramaturgia nacional esteve tão baixa. Será que o povo está cansando de ver sempre mais do mesmo?
E você? Vê novelas? O que tem achado?

PS.: Falei só das novelas da Globo porque encarar uma terceira temporada de Mutantes da Record é demais! Nem por um post eu faria isso! E Revelação, do SBT, não me diz nada. E nada digo sobre ela...! Mas se alguém tiver comentários sobre essas produções, é só falar...
Postar um comentário