19.7.08

Grande papel para um grande ator...

Os mais novos não devem lembrar - e essa é a típica expressão que a gente usa quando começa a se achar mais velho, mas... - do grande sucesso que Ary Fontoura teve ao interpretar o avarento Nonô Correia, em Amor com Amor se Paga, de 1984. Eu tinha quatro anos apenas, mas a força do personagem fez com que ele ficasse impregnado em algum lugar da minha cachola.
Abre parênteses: se você é irritantemente jovem, clique aqui e veja um trechinho do Nonô Correia. Fecha parênteses.
E é exatamente por já conhecer o talento de Ary Fontoura que não me surpreendo ao vê-lo arrebentando a boca de todos os balões no papel do sinistro Silveirinha, em A Favorita. O mordomo - que ninguém sabe em que time joga - já garantiu o ingresso no rol dos tipos inesquecíveis - e mais detestáveis - da TV brasileira. E olha que a novela está apenas começando...
Postar um comentário