14.9.08

Sobre as bodas - eu disse bodas - de Sandy e Lucas...

A mídia de celebridades segue em polvorosa com o clima de segredo que cercou o casório dos artistas. Acostumados à era dos flagrantes, dos casamentos patrocinados, das coberturas exclusivas para esta ou aquela revista, os coleguinhas especializados em cobrir a vida dos famosos estão frustrados por não terem conseguido burlar o esquema pensado para a festa que, reza a lenda, incluiu até uma certa revista aos convidados.
Não julgo se as medidas são simpáticas ou não - sobretudo com os que receberam os convites. Mas foram eficazes para evitar a exposição da festa na mídia. E digo da festa porque o casamento está por todos os cantos, nessa época em que até a não-notícia, a não-foto, o não-flagrante e a não-declaração viram manchetes em sites e jornais. Tanto é que só dá Sandy e Lucas em tudo que é canto.
Da minha parte, digo que adorei não saber o menu da festa, o tom da maquiagem da mãe da noiva, o penteado das daminhas, o repertório do DJ e, a última moda, o tempo de atraso de cada um dos convidados. E espero que quem gosta das notícias desse tipo pense que não saber desses detalhes não muda a vida de ninguém...
Eu acho que artista é artista só no palco. Dali pra fora, é uma pessoa como outra qualquer. E por isso, não interessa a roupa que usa, a música que ouve, a decoração da casa, o carro que tem, o prato que come. É tudo bobagem! Não há a menor obrigação em divulgar esse tipo de informação, em se expor dessa maneira. Da mesma parte que, para o público, não faria a menor falta deixar de saber de tanta informação inútil. Afinal, pra que eu quero saber do prato preferido da Ana Paula Arósio se, infelizmente, nada sinaliza para o fato de que irei, um dia, prepará-lo pra ela, né não?
Postar um comentário