9.9.08

Encontro com um escritor...

Um dos maiores prazeres da minha profissão é a possibilidade de conhecer pessoas e histórias fascinantes. Hoje, mais uma vez mais, tive essa alegria. Fui até Itaipava, no Estado do Rio de Janeiro, entrevistar o escritor Antônio Torres para o Salto.
Antônio Torres nasceu em pleno sertão baiano, numa cidade que já foi Junco e hoje é Sátiro Dias. Em seu mais famoso romance - Essa Terra - contou a história de um nordestino que, depois de sair do "seu lugar" em busca de realizações na "cidade grande", volta à terra natal e se vê perdido, sem identificação com a experiência urbana nem com a origem rural.
O papo com Torres foi maravilhoso! Esbanjando simpatia e dono de uma fala cheia de emoção, ele me contou que viu, ainda menino, o primeiro caminhão chegar à sua cidade. Era noite e os faróis acesos fizeram muita gente correr de medo dos "vagalumes gigantes". No dia seguinte, ainda cabreiro, passou longe, espiando o gigante motorizado e prestando atenção nas portas abertas; afinal, seria preciso se refugiar em lugar seguro caso o "bichão" resolvesse ameaçá-lo...
Essa história, tão simples e tão humana, me fez ter saudade de um tempo em que éramos mais inocentes. Em que sabíamos menos e, como me disse o próprio Antônio Torres, precisávamos imaginar mais...
Hoje é disso que padece o mundo: excesso de (busca por) certezas. E de uma angústia profunda a cada decepção, a cada desejo (de consumo) não realizado. Coisas que, lá no sertão de Junco, o menino que descobriu a leitura num trecho de José de Alencar nem poderia imaginar...
Se você é fã de Antônio Torres ou quiser conferir o resultado da conversa, fique ligado no Salto para o Futuro. A série, sobre literatura, vai ao ar a partir de 24 de outubro.
Postar um comentário