22.8.07

Um Cd belo e nada estranho...

Grandes cantoras gravando discos de samba. Essa parece a mais nova tendência da MPB. Marisa Monte e Maria Rita são duas das estrelas a enveredar pelo caminho (Marisa, em 'Universo ao meu redor'; e Maria Rita em seu terceiro disco, ainda por lançar).
Mas ontem, depois de muitas recomendações de um novo grande amigo, comprei o melhor disco de samba da minha discoteca. 'Que belo estranho dia pra se ter alegria', de Roberta Sá, é uma obra-prima. Desde o projeto gráfico, sutil até dizer chega, ao cuidado com os arranjos de cada uma das 13 faixas. Tudo muito bom!
Lembro de Roberta na época do 'Fama', aquele pretensioso programa de calouros que nunca fez seus vencedores viraram, de fato, sucesso. Vai ver o caminho é não vencer, como se deu com essa grande cantora. Eliminada do reality-show, Roberta enveredou por um caminho muito mais seu, e sem as pretensões megalômanas de quem se pretende um grande ídolo. E é esse caminho, todo dela, que a gente pode trilhar junto, ouvindo esse belo trabalho. Dessa que é uma das maiores revelações da boa música popular brasileira...
Recomendo muitíssimo!
Postar um comentário