25.8.07

coracaopartido.com

Separaram-se na rua naquele dia que poderia ser o último daquela história. Prontamente, um turbilhão de pensamentos tomou conta da cabeça daquele cara romântico e apaixonado. Prontamente ele lutou contra todas as lágrimas que queriam tomar conta de seu rosto no meio da rua. Prontamente, uma saudade avassaladora tomou conta dele, começando por um nó na garganta que só cedeu quando, em casa, diante do computador, começou a jogar na tela de envio de mensagens a razão de toda a sua angústia...

Vejo-te dar-me as costas e penso que o fim parece tão próximo...detesto despedidas e sinto-me, desde já, vencido por todo o tempo que virá sem que possa ter-te junto de mim. Derrotado pelos silêncios que deixei tomar o espaço de todas as palavras de amor que guardei dentro de meu coração, julgando poder dizê-las só com meus olhos.
Esforço-me para ocupar a mente com outras idéias, mas não consigo. E me lembro de nosso primeiro encontro, tão despretensioso. E daquele outro primeiro encontro, tão cheio de surpresas e de descobertas. Quando descobri na tua boca a extensão mais perfeita da minha. Quando vi nos teus olhos aquele alguém com quem sempre sonhei em andar de mãos dadas; aquele alguém para dividir meu tempo, minhas alegrias, meu amor. Foi naquele dia, em que tudo poderia ter dado um grande nó em nossas cabeças, que acabamos por nos tornar mais próximos.
Por vezes, pensei com todas as minhas forças que poderia ter sido melhor se aquele dia não tivesse existido. Poderia ter seguido uma vida mais tranqüila, talvez, sem os revezes de uma história como a nossa. Mas logo vi que riscar você da minha história não passa de balela de um coração que é forte demais pra dar lugar a uma razão tão sem sentido. Porque sei que a minha passagem por essa vida não seria a mesma se, naquele dia, não tivesse permitido que você passasse a ocupar o papel que ocupou. E que ocupa até hoje; me enchendo de sonhos, alegrias, preocupação...e dessa presença radiante que não consigo explicar, só sentir.
Hoje, depois de te dizer adeus, lembrei de quantas e quantas vezes caminhei para lhe encontrar sem a menor esperança de que houvesse, ali, qualquer coisa que fosse além de uma conversa cordial e agradável. Mas sempre caminhei feliz, e contente. E vejo, agora, que muitas e muitas vezes te ver foi o que de melhor aconteceu no meu dia. Ficava feliz só por te olhar, por te sentir perto de mim, por te ouvir falar das coisas triviais dessa vida louca. Ficava feliz com tão pouco que até me assustava.
Hoje, caminhando sem você ao meu lado, pensei que falta pouco tempo. Pensei em todo o tempo que tivemos juntos e vi que também foi sempre pouco. E tentei entender os rumos que a vida acaba nos dando. Ou que acabamos dando à vida. Pedi uma estrada longa, reta, com belas paisagens; e vem essa bifurcação pra me afastar de ti...
Talvez, como você me disse um dia, as coisas não tomem esse rumo. Talvez a vida pode estar arrumando as coisas de um jeito diferente. Talvez o afastamento nos aproxime. Mas talvez não. E, por ora, me assusta pensar nos meus dias sem você ali, no finalzinho deles. Me assusta não poder te ver sempre que possível. Me assusta me pensar no mundo sem poder sonhar que, a qualquer hora dessas, você vai aparecer e me dizer que ele é todo nosso.
Se um dia você puder ler esse montão de palavras, não quero que fique triste. Quero que se alegre e se orgulhe por ser essa pessoa tão especial, que me devolveu a crença de que ainda há gente interessante para se amar nessa vida. Quero que saiba que nunca alguém me fez sentir tão forte e me deu tanta coragem quanto você. E quero que se prometa fazer de tudo para ser muito feliz; para realizar todos os sonhos que tomam conta dessa cabecinha linda e sonhadora que você tem.
De minha parte, nada posso prometer além do meu amor. Que já que não parece mesmo viável, espero que amadureça, se transforme e abrande. Prometo tentar fazer as viagens de que tanto falamos e sei que em todas vou imaginar como seria se estivesse comigo. E, certamente, vou sentir uma pontinha de tristeza por ter a certeza de que elas seriam melhores em tua companhia.
Talvez numa outra vida...talvez em outro lugar...


Clicou em send. E foi lavar o rosto...
Postar um comentário