31.8.07

Diversidade em questão...

Há alguns dias, estive na Biblioteca Nacional para gravar uma entrevista com o professor Muniz Sodré. Foi uma excelente oportunidade para desfazer uma imagem um tanto mitificada que tinha deste que é um dos principais pensadores brasileiros dedicados ao estudo da mídia e dos processos de comunicação. Uma imagem construída ainda na faculdade, em meio a muitas e muitas leituras de textos do meste.
Nosso tema era a diversidade cultural do Brasil. E tive o privilégio de ter uma das mais interessantes aulas que já tive em toda a minha vida. Sim, era pra ser uma entrevista. Mas aprendi muito sobre esse país que se esforçou, durante muito tempo, para apagar toda e qualquer marca das contribuições dos negros para a construção de nossa cultura, de nossa história. E do nosso jeito de sermos - todos - brasileiros.
Agora, nada me chamou tanto a atenção quanto a afirmação de que o Brasil já teve um presidente negro. Ou, como me disse o professor, "mulato escuro, quase negro". Trata-se de Nilo Peçanha, que governou o Brasil no início do século passado. Além disso, Muniz Sodré me contou que esse nosso presidente teve seus retratos retocados para parecer branco. A mesma técnica, de acordo com meu entrevistado, teria sido utilizada nas fotografias de Rui Barbosa, um dos mais importantes intelectuais brasileiros de todos os tempos.
Impressionante, né? História varrida pra baixo do tapete como, hoje, alguns ainda tentam fazer com o preconceito. Que ainda existe, ainda é forte e contra o qual todos precisamos lutar. Porque é justamente a diversidade cultural o maior patrimônio desse país!
Por falar em diversidade, logo mais, às 19h, o "Salto para o Futuro" exibe o último programa da série "Saúde e Prevenção nas Escolas". O tema é a diversidade sexual. Para quem quiser assistir, o "Salto" é exibido ao vivo pela TV Escola, com sinal em todas as escolas do país. Pra turma de casa, é só conferir o programa no canal 112 da Sky. E, para os que não têm TV por assinatura via satélite, a TVE reprisa o programa de logo mais na próxima segunda-feira, às 9 da manhã.
Bora derrubar os preconceitos, galera!
Postar um comentário