14.12.09

A lógica do Natal...

Quem tem filho ou criança pequena na família sabe que essa época do ano é infernal: bombardeadas por propagandas de brinquedos, as crianças enlouquecem na hora de decidir o que pedir ao Papai Noel. Geralmente, optam por lançamentos caríssimos, distantes milhões de quilômetros da dura realidade do 13° do papai de verdade. Mas nada de se voltar contra a meninada: nós também agimos assim, lembram?
Pois bem, era exatamente sobre isso que uma amiga falava hoje. Sua filha tem três anos e escolheu como mimo de Natal uma boneca que fala. E mais: que fala 80 palavras!!! Pesquisando para saber se o Bom Velhinho teria recursos para ser tão bom com a menina, minha amiga ficou chocada ao descobrir que a boneca falastrona custa quase quinhentas pratas! Um preço pra deixar qualquer um sem voz! Sem querer decepcionar a filha, minha persistente amiga empreendeu uma grande pesquisa de preços e descobriu, num desses confins da internet, uma boneca meio genérica que fala 50 palavrinhas e custa bem menos que a linguaruda dos sonhos da pequena criança. Decidida, fechou o negócio e levou a boneca um pouco menos extrovertida para casa. Será o presente da garota...
O detalhe é o argumento usado por minha amiga para justificar o corte no orçamento do Papai Noel:
- Pra quê eu vou gastar uma fortuna numa boneca que fala 80 palavras se minha filha só sabe contar até 10???
Lógica pura, minha gente!!! Ou não?
Postar um comentário