25.3.08

Última espiada...

E não adianta: entra ano, sai ano, o BBB segue mobilizando a audiência. Nessa oitava edição, o programa deu claros sinais de desgate, mas a produção, atenta, correu atrás do prejuízo e botou mais pimenta na disputa, com os famigerados telefonemas atendidos pelos participantes.
Hoje, dia da final, não dá pra não dizer que, mesmo com muitos narizes torcidos, o Big Brother é um sucesso. Não há como ir a algum canto sem ouvir gente manifestando suas predileções por Rafinha ou Gyselle. Sem falar nos que ainda lamentam a eliminação de Nat.
Logo mais, o Brasil vai ganhar mais uma celebridade. Mais um milionário. Mais pauta pras revistas e sites de fofoca. É a roda-viva do BBB, com data de validade: tudo isso dura só até janeiro do ano que vem, quando vai surgir o Alemão da vez. Ou o Rafinha, que é quem eu acho que fatura a bolada logo mais...
Postar um comentário