10.10.07

Todos querem Mônica...

Ainda a polêmica entre Roberto Cabrini e Mônica Veloso: escrevi aqui, repercutindo uma matéria de O Dia sobre o desconforto da moça diante das perguntas incisivas do jornalista. Um leitor, emerluis, desmentiu nos comments; dizendo que a entrevista foi retomada depois de uma negociação entre a assessoria de Mônica e a produção do "Jornal da Noite", da Band. Diante da afirmação, resolvi adicionar ao post a contribuição do leitor, assumindo, inclusive, que eu mesmo não cheguei a ver a entrevista.
Pois bem. Hoje, a coluna de Flávio Ricco na Tribuna da Imprensa reafirma que a entrevista foi interrompida bruscamente.
Então é isso. Fica o dito pelo não dito. Pelo menos até o vídeo chegar ao YouTube...
Agora, esse parece mesmo o momento de Mônica Veloso: onde quer que se olhe (ao menos aqui, na infinita rede que é a Internet) há uma menção ao nome da moça. E hoje, na capa da Folha de S. Paulo, temos uma grande foto de uma senadora "apreciando" as curvas da garota-playboy do mês. Lá no Congresso...
Ah, também tem muito deputado vendo a revista. E, ainda segundo a Folha, a banca do Congresso vendeu 40 exemplares da edição da Playboy com a moça...
Coisas do Brasil...
Postar um comentário