9.10.07

Nada a declarar?

É isso mesmo: a moça se estressou com as perguntas do jornalista e abandonou o "Jornal da Band" no meio da transmissão. Cabrini fazia perguntas sobre o escândalo envolvendo Mônica e o senador Renan Calheiros.
Agora, a pergunta que não quer calar é: será que Mônica Veloso achou que Roberto Cabrini iria dedicar a entrevista à análise de seu ensaio para a Playboy?
Aliás, como diria a personagem de Arlete Salles em "Toma lá, dá cá", "prefiro não comentar" sobre a idéia da Playboy de tirar a roupa dessa moça em meio a uma das maiores crises de credibilidade do Senado Federal...
PÓS-POST: O leitor emerluis passou por aqui e escreveu um comentário afirmando que Mônica Veloso apenas ameaçou deixar a entrevista. Como a conversa era gravada, diante da insistência de Cabrini ela voltou e terminou, depois de negociação entre o assessor da moça e a produção do programa.
Emerluis, obrigado pela visita. Confesso não ter visto a entrevista. Escrevi o post com base nas informações de "O Dia". Por isso, tive o cuidado de linkar a nota original ao meu texto.
Fica o registro.
Postar um comentário