18.3.06

"Vem andar e voa..."

A voz suave da Marisa Monte não sai da minha cabeça ultimamente. Ela anuncia um certo vilarejo, onde areja um vento bom. Diz que, lá, portas e janelas ficam sempre abertas pra sorte entrar. E mais: o paraíso se mudou pra lá, onde o mundo tem razão. Um lugar onde os sonhos semeiam um mundo real; onde o tempo espera...onde há pão em todas as mesas, flores enfeitam destinos, caminhos, vestidos...!Que beleza!
Na minha modesta opinião, é disparado uma das mais bonitas músicas do disco novo da Marisa - o da capa preta, Infinito Particular. O outro, coloridão - de sambas - ainda não ouvi. E muito me anima ouvir dizer que é ainda melhor...
Postar um comentário