29.7.09

Um satélite lunático?

Minha TV por assinatura é via satélite. Já tive outra, por cabo, mas desisti depois de longos períodos sem sinal causados por rompimento de cabos. Aliás, ao menos naquela época, uns cinco anos atrás, tive a impressão de que esses cabos são muito sensíveis: rompiam com chuvas fortes, rompiam com acidentes de trânsito que derrubavam postes, rompiam, rompiam, rompiam...! Não sei se esses cabos vagabundos são comuns na Sibéria ou fora dela, mas o fato é que mudei de operadora...
Pois bem, mudei para a TV via satélite. Fui encorajado pela falta de informações sobre a queda ou o rompimento frequente de satélites. E passei alguns anos muito satisfeito com a mudança. Até que o satélite começou a me deixar na mão. Imaginem vocês que, desde o começo do ano, o tal do satélite resolveu interromper o sinal, sistematicamente, entre o fim da manhã e o começo da tarde! Todos os dias!
Já liguei pra a Central de Atendimento ao Assinante, os técnicos vieram aqui em casa e trocaram - pasmem! - o cabo! Nem preciso dizer que nada mudou, né? Quando ligo, o atendente faz inúmeros testes e, em geral, o sinal volta imediatamente! Mas a solução definitiva parece longe de chegar.
Acho que agora vou tentar ligar pra NASA. Acho que eles devem entender bem melhor de satélite que o pessoal da tal empresa...

PS.: Esse texto foi enviado, por e-mail, à SKY, a empresa em questão. E com o devido adendo de que espero que, enfim, o problema seja solucionado, uma vez que pago - e não é pouco - por uma transmissão diária e sem interrupções. E avisei, ainda, que o texto seria publicado aqui no
B@belturbo.
Postar um comentário