31.12.08

O choro do alcaide...

Tava vendo o RJTV 2a. Edição e me deparei com uma cena insólita: o prefeito Cesar Maia se deixou gravar, broche do Partido Comunista na lapela, arrumando as gavetas de seu gabinete, só, no último dia no comando da cidade.
Depois, ao se despedir de uma claque de funcionários municipais e secretários de governo, o prefeito chorou.
Curioso, né? Porque eu morri de rir! É a tal história: por pior que seja a nossa sorte, um dia ela muda! E torço muito para que a sorte dessa cidade que eu amo tanto comece a mudar agora, com esse senhor longe do Palácio...
Postar um comentário