22.8.09

Preta Gil bota o povo pra ferver na TW...

Não foi a primeira vez que vi um show de Preta Gil. Ano passado, já tinha conferido duas Noites Pretas capitaneadas pela artista. Uma, numa casa de espetáculos pequena e acolhedora, em Laranjeiras. Outra, numa Lona Cultural.
Mas ontem tive a oportunidade de conferir Preta no palco que a consagrou como entertainner: a The Week, na Zona Portuária da cidade. E é lá, cercada por um público colorido e alegre - que traduz perfeitamente o espírito do espetáculo - Preta bota todo mundo pra ferver.
Alguns podem ser perguntar: mas a The Week não é uma boate gay? Sim, é. Mas na Noite Preta, é muito mais que isso. Preta buzina as moças e comanda as massas sem distinções, sem erguer bandeiras e sem se preocupar com rótulos. O que ela quer é divertir! E consegue!
Outros críticos podem lançar dúvidas sobre a capacidade vocal da cantora. De fato, Preta Gil não é uma Maria Callas - e nem uma Mariah Carey, para ajudar os mais novos. Mas sua voz e seu carisma tomam o palco e cumprem totalmente o objetivo do show. E de quem lota a boate para conferir sua apresentação. E vale dizer que é muito mais que uma apresentação de música: interagindo com a plateia, promovendo concursos de dança e debochando de pérolas da música pop brasileira, Preta surge desbocada e mostra que é, antes de tudo, uma antenada e bem humorada artista.
Vale muito a pena!
Postar um comentário