29.8.08

Muitas emoções...

É no mínimo curiosa a discrepância entre as críticas recebidas pelo show de Caetano Veloso e Roberto Carlos em homenagem a Tom Jobim. No Rio, mídia aos pés da dupla, exaltando a magia do encontro de dois dos maiores nomes da MPB num espetáculo dedicado à cinqüentenária Bossa Nova.
Depois de única apresentação no Rio, o show estreou em São Paulo. E a mídia caiu de pau em cima. Na Folha, a união de Roberto e Caetano foi classificada como chata - simples assim, como no anúncio da companhia telefônica. No Estadão a avaliação também não foi tão positiva, e a noite pareceu cheirar a naftalina para o crítico...
E Caetano, em seu blog, desancou os críticos. Afinal, não seria Caetano Veloso se não o fizesse...
Na boa, tem horas em que eu acho que parte da mídia de São Paulo está sempre interessada e fazer o papel do contra. Sem falar que o show - como a própria Bossa Nova - parece feito sob medida para saudar o Rio, e isso pode não ter batido muito bem lá pro pessoal da Terra da Garoa.
Bom, a Globo vai exibir o show em breve. E aí nós, simples mortais que não vimos a apresentação, poderemos concluir de que lado está a razão...
Postar um comentário