25.8.08

Ver-te bem...

Ver-te bem é o que quero.
Ver-te sorrindo, com olhos de tranqüilidade, longe dessa ansiedade e dessa eterna busca por garantias que nos afetam a todos.
Ver-te bem é o que quero.
É para o que torço e rezo.
Para ti, espero pelo mesmo que sonho ter vivido ao fim da minha caminhada: a alegria de uma existência serena, de aprendizado e desenvolvimento. E amor...
Ver-te bem é o que quero.
Tanto quanto eu nem poderia supor que pudesse querer.
Quis, em tempos outros, estar contigo e te fazer esse bem. Agora, veja só, quero-te apenas bem. Muito bem. Com quem quer que seja que lhe possa trazer esse bem todo que tanto fazes por merecer. Com o qual tanto sonhas.
E que sei que é teu por merecimento...
Ver-te bem é o que quero.
E sei que, quando estiveres bem, bem também estarei.
Postar um comentário