17.2.08

Um Urso de Ouro para Capitão Nascimento & cia...

Merecidíssimo o Urso de Ouro para "Tropa de Elite", o filme brasileiro de maior repercussão nos últimos tempos. Rotulado como um filme fascista - aqui e lá fora - e por fazer uma suposta apologia ao uso da tortura por forças policiais, o longa de José Padilha cumpre um importante papel ao denunciar - e com toda a força do maior fenômeno pop do cinema nacional desde a retomada - os abusos cometidos por policiais corruptos e a caótica situação da segurança pública no Rio de Janeiro.
"Tropa" é o segundo filme brasileiro a faturar o Urso de Ouro. O primeiro, há exatos dez anos, foi o também excelente "Central do Brasil".
Com esse prêmio internacional - um dos mais importantes do cinema mundial - pra mim fica evidente o equívoco cometido pelo comitê responsável pela indicação brasileira para a seleção do Oscar. Perto de um furacão como "Tropa de Elite", "O ano em que meus pais saíram de férias" vira uma chatice danada, distante da realidade de muitos brasileiros e, sim, quase um arremedo de outras produções européias e latinas...
Mas nem tudo é Oscar! E viva a "Tropa"!!!
Postar um comentário