25.11.07

Uma doença muito gozada...

Você já ouviu falar de compulsivos sexuais, de impotência sexual, de frigidez, e de toda sorte de infortúnio que acaba por dificultar a vida sexual de muita gente por aí, certo? Mas, creia, há também a outra face da moeda...
Li ontem uma notícia que me deixou impressionado. Uma moça britânica, de 24 anos, sofre de uma síndrome raríssima que lhe rende um orgamos a cada 7 minutos! É isso mesmo: a cada dia, Sarah Carmen tem cerca de 200 orgamos!!! Qualquer coisa é capaz de fazer a jovem chegar ao clímax; do ruído de um trem passando até o som do secador de cabelo.
É mole?
Sei que devem ser muitas as moças com inveja da pobre inglesinha, mas...cá pra nós. Chegar "lá" o tempo todo deve ser meio sacal, né não? A pobre da menina, durante a entrevista ao jornal, disse ter atingido a "culminância" 8 vezes!!! Em 40 minutinhos!!! Tudo por conta da Síndrome de Excitação Sexual Persistente, que deve poupar bastante as energias do namorado de Sarah.
Agora, achei a matéria falha. Por que, sinceramente, fiquei curioso pra saber se, mesmo com essa fartura toda, o sexo ainda tem a mesma graça pra moça. Sim, porque se ela passa quase o dia todo chegando ao clímax, não deve fazer muito sentido transar para chegar lá. Aliás, talvez seja até o casa de enjoar do orgasmo...!
Será?
Postar um comentário