7.11.07

Sobre o desbotar de um astro...

Lanche da tarde, eu e meus amigos falávamos de clipes que metem medo. Não tardou para que elegêssemos 'Thriller' como o mais assustador de todos. Flávia disse que seu maior pesadelo, ver-se cercada por zumbis, teve origem em sessões forçadas do vídeo de Michael Jackson, promovidas por sua (sádica ?) irmãzinha. De minha parte, confesso: aquela risada no final não me desce bem até hoje...
É, parece loucura para essa geração que baixa música o tempo todo mas, quando era eu o jovenzinho da turma, Jacko era o cara! O mundo parava para ver seus novos clipes (exibidos, sempre em primeira mão, no Fantástico) e conferir o que o mega-star estava aprontando!
No nosso papo inocente, acabei soltando uma frase um tanto melancólica: "O que o Michael Jackson fez da vida dele?". Agora, chego em casa, e vejo uma nota sobre a brancura impecável do cara, agora na capa de uma revista que homenageia, justamente, 'Thriller'.
Claro que a pele alvíssima de Michael Jackson não é mais novidade pra ninguém mas ainda me perturba um bocado. Fico tentanto imaginar o que vai (foi ou irá) pela cabeça desse cara que surgiu como um moleque genial, firmou-se como um dos mais notáveis artistas da cultura pop e, em seguida, resolveu chafurdar no terreno barra-pesada dos tablóides, processos e esquisitices.
Não tô nesse planeta pra condenar ninguém, mas a história me parece ainda mais triste porque, em todas as fotos de Michael Jackson, a gente nota um cara que está longe de ser feliz - ou mesmo de parecer alegre.
Triste fim para alguém que deu tantas alegrias para tanta gente ao redor desse mundo louco...
Postar um comentário