24.11.07

Um 'orador fúnebre' no Programa do Jô

Paraibano, craque em discursar em velórios e enterros, roubou a cena no talk-show de Jô Soares. Falante, propôs sociedade ao apresentador e, ainda por cima, antecipou o discurso que faria no funeral do Gordo...


Já falei algumas vezes aqui de entrevistas do Programa do Jô. Vez por outra, o humorista/entrevistador acerta a mão e garante boas risadas aos telespectadores do talk-show mais famoso da televisão brasileira.
Ontem à noite foi assim. Jô tinha a missão de entrevistar Antônio Estrela de Oliveira, o "Peito de aço". O cara é, simplismente, um fanático por discursos em funerais! Já fez centenas deles na Paraíba, ao longo de mais de 30 anos de "carreira". Como não poderia deixar de ser, é uma figuraça! Disse por exemplo, que, quando está discursando e as pessoas estão chorando demais, costuma advertir que se elas não se acalmarem vai embora. É mole?
Antônio Estrela fez a platéia rir muito. E Jô também pareceu se divertir, mesmo tendo sido chamado pelo entrevistado o tempo todo, de JOÃO SOARES!!! Jô corrigia: "É Jô, de José!!!". E o o convidado se desculpava: "Ok, João Soares!" Hilário!
O convidado ainda aproveitou a entrevista para tentar fechar um negócio: reclamando que sua cidade não tinha uma "central de velórios", propôs a Jô que abrisse um empreendimento dessa natureza por lá. "Não opero nesse ramo", safou-se o apresentador, fazendo a platéia gargalhar mais uma vez.
Há quem diga que o Jô exagera no deboche com essas estrelas anônimas. Por vezes, exagera mesmo. Mas ontem, o personagem era tão curioso - e falante - que era até difícil conseguir perguntar qualquer coisa. E, de quebra, o auto-intitulado "orador fúnebre" ainda sapecou, em primeira mão, o que falaria num eventual funeral do próprio Jô. Bira explodiu numa gargalhada daquelas e eu, em casa, também. Ainda mais quando Jô disparou: "Pé-de-pato, mangalô, três vezes!".
Em suma: um papo leve, divertidíssimo e que foi, sim, uma ótima opção para fechar a noite...
Postar um comentário