30.5.07

A rede e os e-malas...

Blogueiro se revolta com as malas do ciberespaço e critica e-mails, scraps e outras chatices cometidas por "usuários-sem-noção" da grande rede de computadores

Parece que, a cada época, os criadores de spam inventam uma chatice diferente pra encher o meu, o seu, o nosso saco! Depois do já famoso "aumente seu pênis", que lotou trocentas caixas de e-mail por um bom tempo (e que, vez por outra, ainda pinta...ops...eu disse PINTA!!!); agora é a vez das mensagens que prometem dietas milagrosas. "Perdi 12 kg em duas semanas", dizia uma das mensagens recebidas por este blogueiro aqui. Sem contar que essas maravilhas da endocrinologia chegam, na maior parte das vezes, pelo orkut. Muuuuito chato!
Por falar nesse universo de chateações do mundo virtual, não posso deixar de comentar os e-mails com arquivos em Power-Point. Deleto TODOS! É muito enlouquecedor alguém imaginar que você pode querer receber um clipe de fotos de araras-azuis no meio da tarde, durante o expediente. Nada contra as aves, mas é muita falta de noção! Sem falar das paisagens! Todas lindas! Mas prometo que vou buscar imagens delas na rede quando EU quiser vê-las. Não é melhor assim?
Meus amigos sabem que não sou um cara antipático, metido, nada disso! Mas não leio mensagens com poesias, textos "edificantes", correntes, e nem aquelas mensagens enviadas pra lista toda desejando um "bom dia". E também nunca respondo a esses tipos de e-mails! Acho perda de tempo. Mesmo! Não é nada pessoal, só prefiro investir o tempo livre em outras coisas.
O tempo é um dos bens mais preciosos atualmente. Perdê-lo com bobagens é algo que, realmente, eu procuro evitar...! Muito melhor aproveitar aqueles cinco minutinhos de folga para escrever um e-mail ainda que curtinho, pra saber notícias de alguém, mandar um beijo pra um alguém especial. E deixar as araras na delas, curtindo as belas paisagens desse mundão de meu Deus...
Quanto ao pênis e aos quilos a mais, a gente vai se virando como pode...(ops...eu disse PODE!!!rs...)
Postar um comentário