15.1.10

Um pastor que semeia a...ira!

Escrevi sobre isso mais cedo no Twitter, mas não sosseguei. Preciso desenvolver a ideia num espaço maior que os 140 caracteres. Prezo a liberdade religiosa e sou um entusiasta da diversidade. Não sigo nenhuma religião e busco conhecer, aprender e, sobretudo, respeitar todas as crenças e correntes de pensamento. Portanto, fiquei particularmente estarrecido diante da notícia de que um pastor evangélico dos EUA afirmou que o terremoto que massacrou o Haiti e matou milhares (ou centenas de milhares) de pessoas é um "castigo" por conta de um suposto "pacto com o diabo".
Ele disse isso no momento em que o presidente do Haiti afirma já ter enterrado mais de 7.000 vítimas em valas comuns...
Ele diz isso no momento em que o mundo tenta se unir para encontrar uma forma de ajudar o país devastado pela calamidade...
Alguém capaz de dizer um absurdo desses não merece indicar o caminho nem para a menos importante das criaturas, que dirá a um rebanho inteiro. É pastor de quê? O que prega?
Respondo: prega a discórdia! Prega a segregação! Prega a covardia! E dá um exemplo de como usar uma tragédia sem proporções para fazer marketing da própria fé-negócio. Por que esse pastou não mobilizou seu rebanho em alguma campanha de ajuda humanitária? Afinal, Deus não apregoou o perdão? Jesus não ofereceu a outra face? Portanto, não seria mais coerente, ainda que o tal suposto pacto com Satanás tivesse sido realmente firmado, perdoar os irmãos que agora sofrem a dor de tantas e tão inestimáveis perdas?
Esse pastor não merece meu respeito. Merece meu repúdio. Merece ir...pastar! E, de preferência, no quinto dos infernos!
Postar um comentário