15.1.10

Garotinha...

Venha cá. Sente ao meu lado, deite a cabeça em meu colo e me deixe te acarinhar. Permita que eu seque as lágrimas do teu rosto lindo e que tente, ainda que sem sucesso, fazer brotar um sorriso nos teus olhos verdes...
Tudo em nome dos velhos tempos. Do que vivemos, do que poderíamos ter vivido...e, quem sabe, do que ainda podemos vir a viver...
Postar um comentário