3.1.10

Os barracos das nossas estrelas: Artur Xexéo x Fernanda Young...

A internet e suas fantásticas ferramentas de comunicação têm revelado um outro poder: trazer à tona o diz-que-diz entre os famosos, que antes ficavam encobertos debaixo dos panos importados do high society.
Uma das mais recentes pendengas no starsystem - e digo uma das porque, do jeito que esse povo briga, já podem ter rolado outras tantas - envolve o editor-chefe do Segundo Caderno de O Globo e a escritora Fernanda Young. Young, que tem um programa chamado Irritando Fernanda Young, no GNT, ficou irritadíssima por ter sido mencionada na coluna de Xexéo como a 10a. mala do ano de 2009. E botou a boca no mundo, claro, usando o mais novo e poderoso trombone do cyberespaço: o Twitter:

Além do tweet irônico, Fernanda Young se deu ao trabalho de enviar um e-mail ao jornalista para demonstrar, com muito sarcasmo, todo o seu descontentamento com a eleição. Fez alusões às próprias conquistas em 2009 para sugerir que elas seriam a causa do incômodo do colunista de O Globo com a sua personalidade. Mas derrapou na ortografia, usando um hífen em "duplo sentido". Foi a deixa para que a história rendesse uma coluna inteirinha escrita por Artur Xexéo, a última de 2009. Se você não tiver lido, aqui está a coluna.
Sou leitor de Xexéo desde os tempos do JB e sei que ironia e sarcamos são a praia dele. E o que ele fez com Fernanda Young nessa última coluna foi dar um banho de deboche. Sim, Xexéo irritou Fernanda Young. A prova? O mais recente - até aqui - tweet que ela postou sobre o episódio:


Honestamente, achei a reação da escritora de uma tremenda falta de humor. Até porque, a eleição não é feita pelo Xexéo e, sim, por seus leitores. Ok, ninguém quer ser a mala do ano - e nem a 10a. mala do ano!!! - mas acho que todo mundo que é gente grande sabe que não temos o poder de determinar de que forma nossos atos e comportamentos serão interpretados pelos outros. Ninguém pode, nem Xexéo, nem Fernanda Young, nem eu...nem você! Então, um pouco de humor não faria mal à escritora que, no fim das contas, se tornou mais conhecida do grande público ao escrever uma das mais engraçadas séries de humor da TV brasileira: Os Normais.
No fundo, acho que o Xexéo deve ter mexido no calcanhar de Aquiles da Fernanda Young: ela já deve ter sido chamada de mala muitas vezes nessa vida.
Relax, Young! Forever, Young!!!

E você, o que acha? Comentaê!

Postar um comentário