4.1.10

Sobre a tragédia em Angra e Ilha Grande...

A cobertura da tragédia em Angra e em Ilha Grande tem me emocionado muito. Primeiro, e obviamente, pelo número de vítimas e pela quantidade de crianças e jovens envolvidos nesse drama. Ver gente tão nova chorando a perda de amigos queridos dói e torço para que esses sobreviventes não percam a crença de que a mesma vida que oferece o amargor da tristeza é capaz de nos brindar com a doçura de muitas risadas.
Mas o que mais tem me entristecido é pensar que todas aquelas pessoas estava lá para passar momentos especiais. Gente que se programou, saiu de casa, viajou para um paraíso e encontrou a morte no meio do caminho. Imagino os momentos de horror que todos passaram logo que perceberam o que o destino os reservava e sinto o coração apertar quando vejo imagens de pais, avós, mães, tios e tias de tanta gente que não viveu para ver se 2010 será mesmo um Ano Bom. Para eles, foi o fim...
A cada reportagem que vejo, peço a Deus que encha os sobreviventes, seus familiares e os parentes das vítimas fatais de força. Força para seguir em frente acreditando que viver é a única - e melhor - alternativa!
Postar um comentário