7.1.10

Ainda sobre o barraco Fernanda Young x Artur Xexéo...

A coluna de ontem de Artur Xexéo foi quase integralmente dedicada à polêmica com a escritora Fernanda Young, vocês leram? Xexéo se fiou em erros de grafia cometidos por Fernanda e debochou - muito - da irritadiça apresentadora do GNT. Xexéo bateu pesado, mas na base da ironia, tomando por base um e-mail um tanto pedante enviado por Young, irritada por figurar na lista dos malas do ano passado.
Dei boas risadas lendo a coluna e fiquei com vergonha por Fernanda Young. Agora, toda essa polêmica - que não levará ninguém a lugar algum, diga-se de passagem - faz pensar numa coisa: até que ponto é legítimo o direito de resposta em brincadeiras como a da eleição da mala do ano? Até que ponto só o jornalista - dono do espaço nas publicações - pode ter seu ponto de vista difundido como o da maioria? E até que ponto debochar de quem se demonstra incomodado com esse tipo de brincadeira não revela um certo apreço a uma mídia de perfil quase totalitário?
Não mudei minha opinião sobre o episódio: acho que Fernanda Young fez um cavalo de batalha. Poderia ter entrado no espírito da galhofa ou mesmo ignorado a tal eleição. Mas esse exemplo bobo pode, sim, servir de base para refletirmos...
Ou não?
Comentaê!!!
Postar um comentário