21.1.10

O abraço dos meus sonhos...

Minhas duas avós já se foram. Sinto falta das duas, sempre presenças muito fortes em minha vida. Com uma delas, minha vó paterna, convivi bem menos: só 10 anos. Ela se foi seis meses depois da morte de meu pai. Dona Ruth morreu de saudades do filho, tenho certeza...
Dia desses eu sonhei com ela. Foi curto como costumam ser todos os sonhos bons. Ela me abraçava e dizia que tinha muitas saudades. Acordei feliz, realmente me sentindo abraçado pela minha saudosa vó. Só lamentei não ter nenhuma foto com ela. Naquela época a grana era curta e fotografia não era uma prioridade. Uma pena! Senti vontade de ver como eram próximos e felizes juntos...
Mas, enfim, contei toda essa história porque realmente fiquei impressionado com a sensação de realidade que tive durante esse sonho. Foi um abraço mais caloroso que muitos dos abraços que damos e recebemos no dia-a-dia. E aí, quem explica isso?
E você, qual o sonho mais real que já teve?
Comentaê!!!
Postar um comentário