8.10.08

Meus 28...

Parece que foi ontem que, sentando-me em seu colo e com a voz cheia de carinho, minha mãe me ensinou que cada letra tinha um desenho diferente e que, juntas, elas formavam um mundo de palavras - cada uma com um som mais bonito que o outro...
Parece que foi ontem que eu gastei toda a mesada comprando revistas da Turma da Mônica. Parece que faz pouco que eu comprava doce de amendoim fiado na lojinha do seu Barreto, pra depois meu pai acertar a conta.
Meu Deus, parece que foi ontem que eu ganhei um microfone de verdade só pra poder brincar melhor de apresentar o Jornal Nacional...
Poderia jurar que foi ontem que passei o domingo brincando com Érica e meus outros primos na casa da minha vó. Roubando os doces que ela vendia, mexendo na terra, tomando banho de mangueira e sendo feliz. Até o programa dos Trapalhões acabar e todo mundo ter de voltar pra casa...
Parece que foi outro dia que eu descobri que meu negócio não era futebol e, sim, videogame. E acho que foi na mesma época em que eu me apaixonei pelas redações que o colégio me mandava fazer sempre...
Parece fazer pouco tempo desde que me apaixonei pela escrita. Um amor daqueles, arrebatador, que, já na adolescência, gerou livros que jamais foram ou serão publicados.
Parece que foi ontem que meu pai se foi...
Também parece ter sido ontem que entrei na escola pública e descobri como é a vida. E como é bom fazer amigos...
Hilton, Aline, Gilson, Paula, Angelita...nossa! Parece que foi ontem...
Parece que foi ontem que a universidade me abriu a mente e as portas para o mundo. E me colocou no caminho que eu sempre quis trilhar. Ao lado de gente tão boa...Caixeta, Taty, Ana Enne, Cássia, Luciana, Júlio...e tantos e tantos outros bons amigos...
A TV...caramba! Parece que foi ontem...pauteiro, redator, repórter...apresentador! Muito bacana, ainda mais somando essas experiências à oportunidade rara de conhecer lugares tão maravilhosos e, melhor ainda, pessoas tão especiais...
Sérgio, Fabi, Naila, Marquinhos, Bárbara, Flor, Ana Senna, Renata, Bia, Ana Duarte, Gustavo, Telma, Grazi, Ana Maria, Isabella...muita gente boa me ajudando a ser alguém melhor a cada dia.
Tudo isso parece que foi ontem...
Tudo isso fez de mim quem sou...
E lá se vão, agora, 28 anos...
Postar um comentário