13.4.08

Privacidade pra quê?

Algumas celebridades parecem sofrer de verborragia crônica. Requisitadas pela mídia o tempo todo, volta e meia disparam torpedos que em nada ajudam a manter a privacidade. Depois, é exatamente de falta dela que muitas se queixam.
Hoje, na coluna de Mônica Bergamo na Folha, Ana Carolina abriu o coração e disse estar procurando um homem para namorar. Falou mais: que eles são menos complicados que elas. Resultado? Virou destacão na capa do jornal por ter dito algo pessoal e que está longe de qualquer relação com a sua carreira. Essa sim, pública...
Não tenho e abomino qualquer tipo de preconceito em relação à sexualidade da Ana; ou em relação à vida sexual de quem quer que seja. Ninguém tem nada a ver com isso! E é exatamente por ninguém ter nada a ver com isso que me espanta abrir o jornal e encontrar declarações gratuitas, de alguém que, na mesma entrevista, diz querer ser reconhecida por sua música. Difícil, Ana. Disparando petardos midiáticos como esse, certamente sua cama vai parecer mais interessante e vendável que seus discos...
Que fique claro que eu gosto da cantora. E que ela não é a única a abrir a boca e falar mais que o necessário. Aliás, fica aqui um desafio: que tal você, leitor, comentar dizendo qual a maior bobagem dita por uma celebridade - sobre sua própria vida pessoal - na sua opinião?
Postar um comentário