25.4.08

Piloto automático...*

Depois de alguns meses distante da sobrinha de seis anos, a amorosa tia resolve dar fim à saudade dilacerante. Pega o telefone, abre a agenda eletrônica e disca, ansiosa, para a casa da menina. É um adulto que atende e, depois de um breve e burocrático papo, passa o telefone para a garota. Ao ouvir aquela voz rouquinha dizendo "alô", a tia é só felicidade:
- Meu amor! Que saudade a titia estava de você...
Doce, a menina prontamente responde:
- Eu também, tia!
Segue a tia afetuosa:
- Tem muito tempo que eu não te vejo! Estou louquinha pra te apertar e te encher de beijos...
- Eu também, tia! - rebate a criança.
Exultante diante de tanto carinho demonstrado pela pequena, até então não muito afeita ao estilo "meiguinha", a tia convida:
- Vamos nos ver no sábado?
E a menina, com o mesmo tom de voz e a mesma rapidez de raciocínio:
- Eu também, tia!
* Post inspirado em fatos reais...bem reais...
Postar um comentário