1.4.08

Globo promete riso para as noites de terça

Humorísticos globais voltam ao ar e dão pistas de que a emissora aposta na comédia para acabar com a graça da concorrência...

A Globo começou hoje a mostrar as novidades na sua programação de horário nobre. É bem verdade que os programas exibidos na noite dessa terça-feira representam apenas um upload no que já vinha sendo mostrado em 2007.
"Casseta e Planeta", como prometido, trouxe a humorista Cláudia Rodrigues para substituir Maria Paula. A "diarista", no entanto, ainda pareceu meio deslocada na atração e tem uma pedreira pela frente, já que a titular do posto conquistou espaço e fãs com suas sátiras de personalidades e com o impressionante talento para fazer caricaturas de colegas globais. Basta dizer que até vesguinha como a Débora Secco ela consegue ficar...
Mas os "cassetas" vieram com tudo! As divertidas manchetes falsas exibidas a cada saída para o intervalo garantiam as risadas a cada saída de bloco. Assim como o novo "Casseta Comprova", com testes absurdos protagonizados por um homem que tentava entrar em motéis com companhias improváveis. Bola dentro, e prova de que os caras estão antenados e dispostos a renovar o estilo, com concorrentes de peso distribuídos pelo "Pânico na TV!" e pelo "CQC".
"Toma lá, dá cá" também voltou com os mesmos erros e acertos de sempre: o ponto alto, claro, é o elenco, principalmente quando é Arlete Salles quem está no centro da cena. A Copélia criada pela atriz já está no hall de personagens inesquecíveis do humor nacional.
Já o calcanhar de Aquiles da sitcom é o texto, que alterna momentos de genialidade e pura graça com piadas bobocas e gratuitas. A menina que atendia pelo nome de "Princesa" e, por isso, rosnava e se comportava como uma cadela, honestamente, foi uma chatice só! Isso sem falar no mico da pobre da atriz...
De novidade mesmo, só a estréia de Ítalo Rossi como o afeminado Ladir. A caracterização do personagem foi primorosa, mas Ítalo ainda parece sentir a responsabilidade de dividir a cena com um elenco já tão entrosado depois de uma temporada inteira no ar. Mas, grande ator que é, não será de se estranhar se o Ladir de Ítalo também se transformar num sucesso.
Em suma: pelo que se viu no ar hoje e pelas novidades que ainda estão por vir, é claro que a Globo aposta no humor para frear o crescimento da concorrência. Resta saber se o humor global significará graça para o telespectador ao longo do ano todo...
Postar um comentário