4.2.09

Os 100 anos de Carmen Miranda...

No meio da tarde, numa pausa antes do lanche, Paulo Newton - leitor e chefe - me chamou até sua sala pra ver alguns vídeos históricos de Carmen Miranda. E me lembrou da proximidade do primeiro centenário da estrela, a ser celebrado no próximo dia 9. Rimos um bocado das presepadas que Carmen aprontava em seus filmes, do figurino sempre exótico e extravagante e da malícia meticulosamente dosada nas marchinhas sensacionais gravadas pela atriz/cantora e que, até hoje, são presença obrigatória nos bailes de carnaval.
Vendo a Pequena Notável se requebrando com a barriga de fora e as pernas expostas pelas generosas fendas de sua saia, pensei na força daquela imagem. E no significado de Carmen para a construção de uma identidade brasileira - tanto aqui quanto no exterior. Sim, de certa forma as músicas de Carmen, suas vestimentas e seu repertório ajudaram a definir o que é o brasileiro e, além disso, o que é e o que combina com o carnaval - especialmente com o carnaval de salão e de rua, ainda fortes em algumas regiões do país, em especial no Rio de Janeiro.
Pensei tudo isso e fiquei perplexo. Diante de tanta importância, é incompreesível o silêncio diante do centenário de nascimento da Pequena Notável. É indigno com tudo que essa grande mulher - pequena e notável - representou para a cultura e para a imagem externa desse Brasil.

PS.: Quem quiser saber mais sobre a vida de Carmen, vale muito a pena ler a biografia da artista. Eu já li, adorei e publiquei um comentário curtinho
aqui.
Postar um comentário