27.2.09

Ecos do carnaval...3

Apesar da queda da câmera da Globo, a queda mais triste desse carnaval foi a do Império Serrano. A escola de Madureira fez um belo desfile - sem grande luxo, é verdade - com componentes vendendo animação e o mais belo samba do ano. Jogar a verde e branca para o Grupo de Acesso foi, no mínimo, um grande equívoco dos jurados contratados pela Liesa.
Resultados como esse desistimulam o torcedor e deixam vivas as eternas suspeitas de que não apenas os quesitos divulgados pela mídia determinam a sorte das agremiações que passam pela Sapucaí...
E digo isso sem dor-de-cotovelo: não torço pelo Império. Sou Mocidade e tenho a certeza de que, tivesse sido justo o julgamento, seria a minha escola a rebaixada para o Grupo A; feito inédito, que serviria para coroar um ano de desorganização extrema, um enredo confuso e a perda de identidade da Escola da Vila Vintém. E, mais que isso: seriviria para dar um sacode nas cabeças coroadas da Mocidade, para que abrissem os olhos diante do abismo que se anuncia inevitável...
Mais, ainda assim, prefiriram derrubar o Império.
Vai entender o carnaval carioca...
E você? O que achou do resultado do carnaval do Rio?

PS.: E viva o Salgueiro, do amigo Gustavo Melo, que tinha o samba mais popular desse ano e levou a melhor! Merecidíssimo!
Postar um comentário