9.10.06

Escuro

As cores vivas das lembranças desbotavam.
O brilho daqueles olhos sumia.
O volume da música, cada vez mais baixo.
O gosto do beijo, distante.
Parecia um roubo; sonhos, lembranças e desejos surrupiados por um larápio dos mais sagazes. Parecia um corte: rasgando, doendo, sangrando.
Parecia...o fim. De tudo.
Postar um comentário