8.5.06

Valeu, doutor!

O sorriso e a voz alta do palhaço me despertaram. A voz jovem pedia um "bom dia" mais animado. Meus companheiros de viagem no ônibus lotado - ora convertido em auditório - responderam, empolgados. Ainda sonolento, estranhei aquele cara maquiado, às 10 da manhã, dentro de um ônibus rumo ao Centro da cidade. Mas a estranheza logo deu lugar a uma admiração. Verdadeira, profunda. O cara, que logo bagunçou o coreto e sacaneou quase todo mundo, pedia uma ajuda pra umas das instituições de trabalho mais respeitável no Brasil: os "Doutores do Riso".
A alegria daquele cara, sua espontaneidade, seu despojamento, e a nobreza daquela sua atitude; tudo isso me fez pensar em como o mundo seria melhor se todos fizessem sua parte. E que, certamente, alguém em algum lugar vai poder recompensá-lo com muito mais que algumas moedas.
Toda aquela farra no ônibus fez com que o meu dia começasse melhor, tenho certeza. Graças a alegria e a beleza do gesto do doutor palhaço.
E é assim que espero que essa nova semana seja para todos: muito melhor!
E se você veio aqui pra palpitar na charada musical, clique aqui!
[]s!
Postar um comentário